Histologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2.2. Tecido epitelial glandular
É formado por um conjunto de células especializadas cuja função é a produção e liberação de secreção.
As células secretoras de uma glândula são conhecidas como parênquima, enquanto que o tecido conjuntivo no interior da glândula e que sustenta as células secretoras, é denominado de estroma. O estroma sustenta também vasos sangüíneos, vasos linfáticose nervos.
 Classificação
Utiliza-se alguns parâmetros para classificar os diferentes tipos glandulares, como o número de células e o local onde a secreção é lançada.
Quanto ao número de células, as glândulas podem ser classificadas como:
• unicelular: a secreção é elaborada apenas por células especializadas ocasionais (por exemplo: células caliciformes mucossecretoras) espalhadasentre outras células não secretoras.
• multicelular: a secreção é realizada por um conjunto de células.
Quanto ao local onde a secreção é lançada, as glândulas podem ser classificadas como:
• endócrinas: as glândulas não possuem ductos e sua secreção ganha a corrente sangüínea, onde será distribuída para todo o corpo. A secreção endócrina é a secreção de mensageiros químicos (hormônios),os quais atuam sobre tecidos distantes do local de sua produção.

• exócrinas: as glândulas possuem ducto excretor que transportam a secreção produzida pela glândula para o meio externo (Ex. sudoríparas, lacrimais) seja a superfície do corpo ou para o interior (lúmen) de um órgão cavitário (Ex.salivares e pâncreas)
 Reunindo-se os dois parâmetros acima citados, podemos classificar asglândulas como:

1. Glândula endócrina unicelular
Como exemplo deste tipo de glândula temos a célula de Leydig, presente no tecido conjuntivo intersticial (entre os túbulos seminíferos) do testículo.
[pic]
Observar grupo de células de Leydig (à).
(«) túbulos seminíferos
2. Glândula endócrina multicelular
Esta glândula é constituída por várias células que, por não possuirem ducto excretor, lançamsua secreção em vasos sangüíneos.
Dependendo do arranjo das células que constituem estas glândulas, elas podem ser classificadas como:
Glândula cordonal
As células secretoras organizam-se em arranjo retilíneos ou irregulares, separados entre si por uma rede de pequenos vasos sangüíneos.
ex.: hipófise, adrenal (supra-renal), ilhota de Langerhans (pâncreas)
[pic]
adrenal, tricrômico de Gomori* = zona glomerulosa; « = zona fasciculada; * = trabécula conjuntiva.
Glândula vesicular ou folicular
As células secretoras organizam-se formando pequenas vesículas ou folículos.
ex.: tireóide
[pic]
tireóide, tricrômico de Masson


3. Glândula exócrina unicelular
Como exemplo deste tipo glandular temos a célula caliciforme. As células caliciformes são célulasprodutoras de muco e podem fazer parte de um epitélio superficial, como por exemplo nos epitélios que revestem o intestino e o trato respitarório, e sua secreção é lançada no meio externo.
[pic]
intestino delgado, H&E
epitélio cilíndrico simples com células caliciformes e planura estriada
⇓ = células caliciformes; ⎜ = tecido conjuntivo subepitelial.

4. Glândula exócrina multicelular
Estaglândula é formada por várias células que trabalham em conjunto para produzir a secreção. Estas glândulas não são apenas aglomerados de células, mas órgãos definidos com arquitetura ordenada.
Nas glândulas exócrinas é possível se distinguir duas partes distintas: a porção secretora e a porção ductal.
 Classificação das glândulas exócrinas multicelulares
1- Quanto as suas porções constituintes:ducto e porção secretora.
simples: quando apresenta um ducto único que não se divide. Ex.: glândulas de Lieberkühn, encontradas no duodeno, no jejuno, no íleo e no intestino grosso; glândulas sudoríparas, encontradas na pele.

composta: quando os ductos se reamifica, em geral repetidamente. Ex.: glândula mamária e glândulas de Brunner, encontradas no duodeno.

acinosa ou alveolar: a unidade...
tracking img