Histologia vegetal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho para avaliação parcial
da disciplina de biologia: A do 1º
bimestre do 3º ano A do ensino
médio Prof. Ayala

Colégio ABC CBA 30/05/2012

Introdução
Iremos introduzir neste trabalho a origem dos tecidos, a organização do corpo daplanta, sementes etc.
O corpo dos vegetais é totalmente diferente de outros, pois só ele possui tecidos próprios para fazer fotossíntese. Também tem condutores que absorvem nutrientes do solo. Vamos falar desde a formação das plantas até seu melhor momento que seria o momento em que está tudo formado e funcionando perfeitamente.
As plantas em geral têm muitos tecidos com as mais diversas funções quevai desde uma permeabilização da planta até a sustentação e também evitar a saída de água. A histologia vegetal aborda um os mais variados tecidos e células. Iremos falar também do meristema primário e do meristema secundário como por exemplo Procâmbio, Protoderme, Caliptorogenio.
Este trabalho fará uma abordagem também sobre:
Tecidos de revestimentos: São constituídos pela epiderme eperiderme.
Tecidos de sustentação: Constituído pelos dois tecidos Colênquimas e o Esclerênquima.
Tecidos de Condução: Onde se encontra o Xilema e o Floema.

Índice
Desenvolvimento________________________________________Pg.04
Conclusão______________________________________________Pg.09
Biografia_______________________________________________Pg.10

Histologia Vegetal
Formando uma Planta
Apósuma fecundação de flores dos vegetais superiores, o óvulo começa a se desenvolver e a se transformar em semente e no mesmo intervalo de tempo ele se hipertrofia e se transforma em fruto. No interior da semente observa-se a plântula (pequeno embrião vegetal) cujo crescimento irá resultar em uma nova planta. Dentro da Plântula estão as regiões de tecidos meristemáticos, onde há uma rápida reproduçãocelular que condicionará o desenvolvimento de diferentes tecidos com aparecimento de um novo.
Diferenciação Celular
Este processo onde as células de constituição genética idêntica tornar-se diferente das outras. As células que se caracterizam por se dividirem e se diferenciar enquanto se expande são chamadas de meristemáticas, ela dá origem a outras células também.
Obs: Podemos chamar aaquisição de uma forma particular ou configuração pode ser chamada de morfogênese.
Tecidos Vegetais
Por mais que tenha ampla variedade de vegetais, os tecidos formadores de caules, raízes, folhas, etc. não são muitos e classificam-se em dois meristemáticos e permanentes.
Meristemas
Não são muito diferenciados e têm como função dar origem a outros tecidos e até mesmo a outras célulasmeristemáticas são encontrados na plântula e tem intensa atividade mitótica.
Meristemas Primários
Elas não perdem a atividade original da divisão.
Meristemas primários são eles procâmbio, protoderme meristema fundamental e Caliptorogenio.
Protoderme: ela dá origem a epiderme, que protege e reveste a planta, ela impede a perda excessiva de água e permite que ocorra a troca de gases.
Procâmbio: ele dá origemaos tecidos de condução sendo eles xilema e floema.
Meristema Fundamental: Ele dá origem ao colênquima e esclerênquima ou seja origina os tecidos de sustentação .
Caliptrogênio: Se encontra somente na raiz e origina a coifa ou caliptra.
Meristemas Secundários
Eles são responsáveis pelo crescimento diametral das plantas. Presente somente na maioria das dicotiledôneas e em todas gimnospermas.Algumas ainda voltam a sofrer divisões mitóticas chamamos esse processo de desdiferenciação. Existem dois meristemas secundários: felogênio e cambio interfascicular.
Câmbio Interfascicular- tem origem da desdiferenciação do parênquima. Estas células dão origem aos vasos lenhosos e liberianos.
Felogênio-também se origina da desdiferenciação do parênquima só que se multiplica de forma lateral...
tracking img