Histerectomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS
CURSO DE ENFERMAGEM
ESTÁGIO SUPERVISIONADO















ESTUDO DE CASO























BOM DESPACHO
2012
FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS
CURSO DE ENFERMAGEM
ESTÁGIO SUPERVISIONADO


REGINA DE FATIMA CAMPOS











HISTERECTOMIA






Trabalho acadêmico apresentado aoEstágio supervisionado II 9º período do Curso de Enfermagem com o requisito parcial para avaliação semestral.
Orientadora: Laura Cabral Santos














BOM DESPACHO
2012
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO
1.1 Diagnóstico Médico

1.2 Exames Complementares
1.2.1 Ultra Sonografia pélvica
1.2.2 Hemograma
1.2.3Glicose

1.3 Medicamentos
1.3.1 Buscopan
1.3.1.1 Composição1.3.1.2 Posologia e Administração
1.3.1.3 Precauções
1.3.1.5 Contra-Indicações
1.3.1.4 Reações adversas
1.3.2 Voltaren
1.3.2.1 Apresentação
1.3.2.2 Contra-indicações
1.3.2.3 Reações adversas / Efeitos colaterais
1.3.2.4 Posologia
1.3.3 Luftal 6/6 horas
1.3.3.1 Apresentação de Luftal
1.3.3.2 Indicações
1.3.3.3 Contra-indicações de Luftal
1.3.3.5 Reações adversas / Efeitos colateraisde Luftal
1.3.3 6 Características farmacológicas Farmacocinética
1.3.3.7 Resultados de eficácia
1.3.4. TILATIL
1.3.4.1 Farmacocinética
1.3.4.2 Indicações
1.3.4.3 Restrições de uso
1.3.4.4 Interações medicamentosas
1.3.4.5 Reações adversas


2. OBJETIVOS ..................................................................................................................2.1 Objetivo geral
2.2 Objetivos específicos

3 MATERIAL E METODOS...........................................................................................
3.1 Local de Estudo
3.2 Aspectos Éticos e Legais
3.3 Sujeito do Estudo
3.4Coleta de Dados



4 HISTORICO...................................................................................................................
4.1- Dados De Identificação Da Paciente
4.2 Anamnese
4.3 Exame Físico
4.4 Evoluções De Enfermagem

5 DIAGNÓSTICO DE ENFERAMGEM........................................................................
5.1 Risco para controle ineficaz doregime terapêutico
5.1.1 Intervenção
5.2 Déficit de conhecimento sobre os aspectos da histerectomia e autocuidado pós – operatório
5.2.1 Intervenção
5.3 Risco de ansiedade
5.3.1 Intervenção



6 AVALIAÇÃO................................................................................................................


7 COSIDERAÇÕESFINAIS...........................................................................................


8 REFERENCIAS

ANEXOS



03



































16



17







18





21










24


25


























1 INTRODUÇÃO


O processo cirúrgico da histerectomia pode acarretar várias implicações no processo de viver damulher. Visto que o útero tem sua função biológica e fisiológica ligada à maternidade e representa socialmente a sexualidade. É possível entender que sua retirada poderá interferir negativamente na auto-imagem e na qualidade de vida das mulheres. Por outro lado, para algumas mulheres, a histerectomia, muitas vezes, constitui a solução do problema, pois proporciona o alívio dos sintomas decorrentesda patologia de base (SBROGGIO, 2005).
Do ponto de vista qualitativo, o estudo da histerectomia requer uma abordagem mais ampla, uma vez que essa prática envolve a retirada de um órgão que, além de suas funções biológicas, está relacionado tanto à feminilidade quanto à sexualidade, interferindo na imagem corporal feminina. (SBROGGIO OSIS, BEDONE, 2005 e SBROGGIO 2008).
No Brasil, a cada...
tracking img