História e memória de antonio coelho rodrigues: sua contribuição para a formação do estado nacional brasileiro.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ – UFPI CAMPUS UNIVERSITÁRIO SENADOR HELVÍDIO NUNES DE BARROS

RELATÓRIO FINAL

Antonio Coelho Rodrigues: de Monarquista a Republicano, de Conservador a Abolicionista.

Coordenador: Prof. Dr. JOHNY SANTANA DE ARAÚJO Discente: Janicléa Aparecida de Brito Mendes

PICOS - PI FEVEREIRO 2012

2 JOHNY SANTANA DE ARAÚJO JANICLÉA APARECIDA DE BRITO MENDESRELATÓRIO FINAL

Antonio Coelho Rodrigues: de Monarquista a Republicano, de Conservador a Abolicionista.

PICOS - PI FEVEREIRO 2012

3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS UNIVERSITÁRIO SENADOR HELVÍDIO NUNES DE BARROS

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA

TÍTULO HISTÓRIA E MEMÓRIA DE ANTONIO COELHO RODRIGUES: SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO.INSTITUIÇÃO EXECUTADORA Universidade Federal do Piauí – UFPI

DEPARTAMENTO ENVOLVIDO Departamento de História

PESQUISADORES JOHNY SANTANA DE ARAÚJO (Coordenador/UFPI)

JANICLÉA APARECIDA DE BRITO MENDES (Bolsista/Acadêmica do Curso de Licenciatura em História/UFPI) (Matrícula: 10J77149)

PERÍODO DE EXECUÇÃO Ago/2011 – Jul/2012

4

__________________________________________________ JOHNYSANTANA DE ARAÚJO (Orientador/UFPI)

_________________________________________________ JANICLÉA APARECIDA DE BRITO MENDES (Bolsista/Acadêmico do Curso de Licenciatura em História/UFPI)

5 SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.......................................................................................................................06 REVISÃO DELITERATURA..............................................................................................06 MÉTODOLOGIA...................................................................................................................08 RESULTADOS E DISCUSSÃO............................................................................................09CONCLUSÃO.........................................................................................................................09 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................................11 ANEXOS..................................................................................................................................12

6

Introdução:

A falta de interesse dos historiadores modernos em estudar ou resgatar alguns intelectuais queajudaram a pensar pontos importantes do Brasil é o principal motivador deste projeto Antonio Coelho Rodrigues é um desses intelectuais deixados de lado em prol da modernidade ou pôs que se alastra cada vez mais dentro dos domínios da história. Coelho Rodrigues é um pensador extremamente controverso ou simplesmente um crítico feroz e atento a tudo o que está ao seu redor não é fácil entende-lo, masnão é difícil perceber através dos seus textos que é um sujeito indignado e talvez por isso mesmo que ele tenha se mostrado um tanto multifacetado, até volúvel, é certo que não posso afirmar isso, mas, convivi um bom tempo com ele e em certas ocasiões as suas afirmações e indignações me deram um nó na cabeça. Coelho Rodrigues foi um piauiense, nascido em quatro de Abril de 1846, na fazendaBoqueirão, atual município de Picos (PI), destacou-se na área do Direito e da Política, foi Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Pernambuco em Recife obtendo o grau de bacharel em Direito em 1866, depois de formado, retornou ao Piauí, onde desenvolveu intensa atividade política, jurídica e jornalística, retornando a Recife foi professor de direito, depois professor de economia política na EscolaPolitécnica do Rio de Janeiro. Na política foi Deputado Federal (1876-1878 e 1886-1889), Deputado Provincial (1874-1875), Senador e Prefeito do Distrito Federal (Rio de Janeiro). Era filiado ao partido conservador e como ele mesmo diz: “[...] como meus parentes já andavam mettidos com os primeiros, reuni-me a elles e fiz-me conservador [...] RODRIGUES, 1884, p.12. Recebeu do então Ministro...
tracking img