História para vestibular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6141 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Expansão Marítimo-Comercial

Motivos e Condições

- Quebra do monopólio árabe-italiano no comércio de especiarias  cidades pólo: Gênova e Veneza

- Esgotamento de minas de metais preciosos  bloqueava o comércio
 sede de ouro

Expansão Portuguesa

- Unificação como monarquia nacional  Revolução de Avis

- Posição geográfica favorável

- Situação de paz interna

-Determinação de disseminar a fé cristã

- Avançada tecnologia náutica  Escola de Sagres (caravelas)

- Expansão ultramarina  conquista de Ceuta (costa do Marrocos)
 contorno do cabo da boa esperança  Bartolomeu Dias
 descoberta das Índias  Vasco da Gama
 descoberta do Brasil  Pedro Álvares Cabral
 objetivos de exploração

Expansão Espanhola

- começo tardio Guerra da Reconquista (Espanha X Árabes)

- descobrimento da América  Cristóvão Colombo

- Tratado de Tordesilhas  linha imaginária que dividia as terras entre Espanha e Portugal

Conseqüências

- Formação de enormes impérios coloniais

- Descoberta de novas terras e rotas comercias  alterações na sociedade européia

- Europa tornou-se o centro comercial do mundo

-Enriquecimento maciço da burguesia

Colonização da América

Formas de Colonização

- Tipos  Exploração  abastecimento do mercado europeu
 grande propriedade
 monocultura
 trabalho escravo
 extração de metais
 pacto colonial
 Povoamento  produção voltada para o consumo interno
 pequena propriedade
 policultura
 mão de obra familiar

Espanhóis- Início  ocupação das ilhas do Caribe (Colombo)
 domínio da civilização asteca (México)
 domínio da civilização inca (Peru)

- Casa de Contratação  controle do comercio entre Espanha e América (monopólio)

- Terra dividida em 4 vice-reinos: Nova Espanha, Nova Granada, Peru e Rio da Prata

- Real Supremo Conselho das Índias  órgão que indicava administradores para osvice-reinados e capitanias

- Extração de metais preciosos  principal atividade econômica das colônias espanholas
 mão de obra indígena (mita)
 agricultura (encomienda)

- Estrutura Social  chapenotes (administração)
 criollos (aristocracia)
 mestiços (artesãos ou capatazes)
 escravos (negros e na maioria indígena)

Ingleses (ocupação da América doNorte)

- Companhia de Plymouth  cuidava do norte  refugiados políticos e calvinistas
 pequenas propriedades
 trabalho livre e artesanato
 Comércio triangular: rum em troca de escravos africanos

- Companhia de Londres  cuidava do sul  monocultura algodoeira
 exportação
 mão de obra escrava (África)

- Fundação de 13colônias

Franceses e Holandeses

- Ocupação de parte da Guiana e das Antilhas (Ilhas do Caribe)

- Exploração baseada na produção de açúcar

Revoluções Inglesas do Século XVII

Revolução Puritana

- calvinistas = puritanos

- Religião popular entre ex-camponeses (expulsos durante os cercamentos) e pequenos burgueses

- Crescimento do puritanismo junto ao Parlamento

- GuerraCivil  reinado de Carlos I
 exército popular  Oliver Cromwell
 abolição da monarquia, instalação da República Puritana

- Atos de Navegação  somente embarcações inglesas podiam transportar mercadorias procedentes ou destinadas à Inglaterra

Revolução Gloriosa

- Fim do governo Cromwell  retorno da monarquia

- Carlos II  impopularidade  burguesia e parlamento oferecerama coroa a Guilherme de Orange

- Guilherme III  Declaração de Direitos (Bill of Rights)  limitação da atuação do rei.

- Fim do absolutismo na Inglaterra

Revolução Industrial

- Conjunto de transformações socioeconômicas que alterou a antiga economia agrária e consolidou o capitalismo (propriedade privada dos meios de produção, trabalho assalariado, acumulação de capital, foco no...
tracking img