Hippies

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1433 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome: André Luiz Gonçalves Trindade 02 1B etim-marketing











































Cultura Hippie
Quem nunca ouviu falar nos Hippies? Bom acho que a maioria já deve ter visto algo sobre o festival de Woodstock e movimentos hippies na tv ou ouviu alguém comentando.
Os "hippies" (no singular, hippie) eram parte do que se convencionouchamar movimento de contracultura dos anos 1960. Uma das frases ideomáticas associada a este movimento foi a célebre máxima "Paz e Amor" (em inglês "Peace and Love") . As questões ambientais, a prática de nudismo, e a emancipação sexual eram ideias respeitadas recorrentemente por estas comunidades. Adotavam um modo de vida em comunhão com a natureza, negavam o nacionalismo e a Guerra do Vietname,bem como todas as guerras, abraçavam aspectos de religiões como o budismo, hinduísmo, e/ou as religiões das culturas nativas norte-americanas e estavam em desacordo com valores tradicionais da classe média americana e das economias capitalistas e totalitárias. Eles enxergavam o patriarcalismo, o militarismo, o poder governamental, as corporações industriais, a massificação, o capitalismo, oautoritarismo e os valores sociais tradicionais como parte de uma "instituição" única, e que não tinha legitimidade.

Origens
O termo derivou da palavra em inglês hipster, que designava as pessoas nos EUA que se envolviam com a cultura negra. Em 6 de setembro de 1965, o termo hippie foi utilizado pela primeira vez, em um jornal de São Francisco, um artigo do jornalista Michael Smith. A eclosão domovimento se deu em consequência do surgimento da chamada Geração Beat, os beatniks, uma leva de escritores e artistas que, primeiramente, assumiram os comportamentos copiados pelos hippies.
Com a palavra "beat", John Lennon, transformado em um dos principais porta-vozes pop do movimento hippie, criou o nome da sua banda - The Beatles. Tanto o termo beatnik como o termo hippie assumiam sentidopejorativo para a grande massa norte-americana.



Estilo
Sempre com as Kombosas (Kombi) estilizadas e psicodélicas. Seu principal símbolo era a Figura circular com 3 intervalos iguais, que foi desenvolvido na Inglaterra como logo para uma campanha pelo desarmamento nuclear, e foi adotado pelos hippies americanos que eram contra a guerra nos anos 60. Muitos jovens passaram a contestar asociedade e a pôr em causa os valores tradicionais e o poder militar e econômico. Esses movimentos de contestação iniciaram-se, impulsionados por músicos e artistas em geral. Os hippies defendiam o amor livre e a não violência. O lema "Paz e Amor" sintetiza bem a postura política dos hippies, que constituíram um movimento por direitos civis, igualdade e antimilitarismo nos moldes da luta de Gandhi eMartin Luther King, embora não tão organizadamente, mantendo uma postura mais anárquica do que anarquista. Como grupo, os hippies viviam em comunidades coletivistas ou de forma nômade, vivendo e produzindo independentemente dos mercados formais, usavam cabelos e barbas mais compridos do que era considerado "elegante" na época do seu surgimento. Muita gente não associada à contracultura considerava oscabelos compridos uma ofensa, em parte por causa da atitude iconoclasta dos hippies, às vezes por acharem "anti-higiênicos" ou os considerarem "coisa de mulher".
Os Hippies não pararam de fazer protestos contra a Guerra do Vietnã, cujo propósito era acabar com a guerra. A massa dos hippies eram soldados que voltaram depois de ter contato com os Indianos e a cultura oriental que, a partir dessecontato, se inspiraram na religião e no jeito de viver para protestarem.
Usavam roupas velhas e naturalmente rasgadas, para ir em oposição ao consumismo, ou então roupas com cores berrantes para fazer apologia a psicodélica, além de diversos outros estilos incomuns (tais como calças boca-de-sino, camisas tingidas, roupas de inspiração indiana). Predileção por certos estilos de música, como rock...