Hipoxia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2550 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AUTOR(ES)
Buss,Caroline; Oliveira,Álvaro Reischak de

FONTE

Revista de Nutrição

RESUMO

Quando o atleta ascende a uma grande altitude, ele é exposto a uma pressão barométrica reduzida, e os efeitos fisiológicos que acompanham estas mudanças da pressão atmosférica podem ter grande influência sobre o seu organismo e seu desempenho físico. Acredita-se que a hipóxia seja responsável peloinício de uma cascata de eventos sinalizadores que, ao final, levam à adaptação à altitude. A exposição aguda à hipóxia provoca sonolência, fadiga mental e muscular e prostração. Cefaléia, náusea e anorexia são sintomas provocados pela Doença Aguda das Montanhas, que pode ocorrer nos primeiros dias de permanência na altitude. Uma estratégia nutricional adequada é fundamental para que o organismonão sofra nenhum estresse adicional. O objetivo deste trabalho foi apresentar os principais efeitos da altitude sobre o organismo e sobre o desempenho físico, discutir e/ou sugerir recomendações nutricionais para esta situação e, se possível, apresentar uma orientação nutricional prática para o atleta na altitude. Algumas das principais conclusões encontradas foram: o consumo energético deve seraumentado; é fundamental monitorar a quantidade de líquidos ingeridos e escolher alimentos agradáveis ao paladar, ricos em energia e nutrientes. Recomenda-se trabalhar com um nutricionista do esporte com antecedência, para que um plano alimentar individual seja elaborado e colocado em prática antes mesmo da viagem à altitude.

LINK PARA O TEXTO COMPLETOhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732006000100008

INTRODUÇÃO
Parte do relevo do planeta está acima de uma altura de três mil metros, uma designação arbitrária que separa as altitudes moderada e alta1. Embora o número de pessoas que realmente vivam nessa elevação seja pequeno, milhares de pessoas viajam para localidades em grandes altitudes, seja para trabalho ou lazer, expondo-se aos efeitos da pressãobarométrica reduzida.
As estatísticas do Parque Aconcagua, localizado na Argentina, demonstram o aumento do número de visitantes ano a ano, chegando a um total de 6.994 visitantes durante a temporada 2003 e 2004, sendo que, aproximadamente, 60% destes envolveram-se em atividades de escalada2.
No caso do atleta, a finalidade do treinamento na altitude é de preparação específica para uma competição,ou para submeter o organismo a um estresse fisiológico adicional em um determinado ponto do macrociclo de treinamento3.
A pressão barométrica se modifica em função da altitude, e as características físicas e efeitos fisiológicos que acompanham as mudanças da pressão podem ter grande influência sobre o desempenho físico4. Apesar da pressão diminuir com o aumento da altitude, as porcentagens dosgases que compõem o ar permanecem as mesmas. Assim, com uma diminuição da pressão barométrica, a pressão parcial de oxigênio inspirada (PIO2) irá diminuir proporcionalmente.
A exposição à hipóxia traz riscos associados ao organismo5. Sonolência, fadiga mental e muscular, prostração, cefaléia e, ocasionalmente, náusea são alguns dos efeitos agudos importantes da hipóxia. Há, também, o risco associadode Doença Aguda das Montanhas (DAM) e, com menor freqüência, de edemas pulmonar e cerebral. Os sintomas da DAM incluem dor de cabeça, náusea, anorexia e fadiga, ocorrendo principalmente em pessoas que ascendem rapidamente a grandes altitudes1,6.
Acredita-se que a hipóxia seja responsável pelo início de uma cascata de eventos sinalizadores que, ao final, levam à adaptação à altitude1. Aaclimatação ocorre pelos seguintes meios: (I) grande aumento da ventilação pulmonar - 65% acima do normal - pela estimulação hipóxica dos quimioreceptores, (II) aumento do hematócrito, de valores normais de 40 a 45g/dl até 60g/dl e da concentração de hemoglobina, de valores normais de 15g/dl até 20g/dl, (III) vascularização aumentada dos tecidos e (IV) capacidade aumentada das células de utilização de...
tracking img