Hipoglicemia neonatal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
Técnico em enfermagem

Hipoglicemia neonatalProfª

Caxias do Sul, 27 de março de 2012.

1. IntroduçãoDiferentes definições de hipoglicemia neonatal têm sido propostas baseadas em dados estatísticos, clínicos, neurofisiológicos e de desenvolvimento neurológico.
Apesar de diferentes propostas, glicemiaplasmática abaixo de 40mg/dl (fita reagente < 35 mg/dl), em qualquer recém-nascido (RN), independente de sua idade gestacional e cronológica e do seu peso de nascimento, tem sido considerada comohipoglicemia neonatal e, portanto, deve ser tratada adequadamente .
A glicemia em sangue total é cerca de 15% inferior a glicemia plasmática. A incidência de hipoglicemia neonatal varia de 7 a 57%, sendomais freqüente entre os RN prematuros pequenos para a idade gestacional.
2. Diagnóstico de hipoglicemia neonatal
O diagnóstico laboratorial de hipoglicemia neonatal é feito a partir da dosagem daglicemia em sangue venoso.
Para monitorar alterações glicêmicas em RN de risco em unidades neonatais, pode-se utilizar o método de fitas reagentes, porém o método bioquímico deve ser sempre realizadopara a confirmação diagnóstica.
3. Manifestações clínicas associadas à hipoglicemia neonatal
As manifestações clínicas associadas a hipoglicemia neonatal são inespecíficas e envolvem apnéia,bradicardia, cianose, taquipnéia, choro anormal, irritabilidade, hipotermia, hipotonia, letargia, apatia, coma, tremores e convulsão.
A hipoglicemia mantida por 5 dias ou mais, de forma contínua ouintermitente, aumenta o risco de alterações neurológicos, independente da severidade da hipoglicemia.
4. Condições clínicas associadas à hipoglicemia neonatal
• Hiperinsulinismo - RN filho de mãe...
tracking img