Hipertensão e hipertensão gestacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CLASSIFICAÇÃO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL

INTRODUÇÃO

A Toxemia gravídica é doença multissistêmica, ocorrendo habitualmente no final da gravidez e caracterizada por manifestações clínicas associadas e peculiares: hipertensão, edema e proteinúria. Nas suas formas graves, em virtude da irritabilidade do sistema nervoso central, instalam-se convulsões e a doença é denominada eclampsia; ausente decrises convulsivas trata-se de pré-eclampsia.

Juntamente com as hemorragias e as infecções, estão entre as três principais causa de morte materna no ciclo gestatório. Tratamento da hipertensão na gravidez e Tratamento da hipertensão leve na gravidez.

Há evidência considerável que demonstra os defeitos deletérios do aumento súbito do aumento súbito da pressão sanguínea em humanos não grávidose animais experimentais.

A hipertensão maligna pode ser explicada pela lesão arterial hipertensiva de fatores humorais como hormônio antidiurético.

O efeito da dilatação das arteríolas por pressão é decorrente da perda de controle auteorregulatória com exposição de vasos mais periféricos à hiperperfusão com alta pressão. Experimentalmente e clinicamente isso foi denominado no cérebro e é acausa de enafelopatia hipertensiva e retinopatia.

O mesmo processo se estendido por um longo período de tempo, pode causar microneurismas cerebrais que podem romper e causar hemorragia cerebral.

Na gravidez, mulheres normotensas previamente podem desenvolver rapidamente hipertensão severa a níveis das quais, evidências clínicas experimentais sugerem danos tanto arterial quanto arteriolar.Eclampsia não simplesmente uma variante da hipertensão maligna. As duas condições são similares e estas incluem:
o Convulsão,
o Morte por hemorragia cerebral,
o Infarto,
o Hipevoleria,
o Proteinúria,
o Uremia progressiva,
o Coagulação intravascular disseminada e
o Hemolise microangiopática.

Mesmo a eclampsia não sendo uma hipertensão maligna ela é uma forma de encefalopatiahipertensiva. A única explicação para as convulsões é que estas resultam de injúria isquêmica causado por trombose microvascular.

Uma proporção grande de mulheres que desenvolvem eclampsia morrem de hemorragia cerebral.

O aumento súbito da pressão sanguínea característica da preeclampsia/eclampsia não é a causa da patologia cerebral e alterações neurológicas.

CONCEITUAÇÃO:

A hipertensãoafeta 7-10% de todas as mulheres grávidas e complicam cerca de 20-40% em gravidez que é acompanhada de doenças vascular ou renal. As desordens hipertensivas da gravidez são classificadas em:

HIPERTENSÃO CRÔNICA - Quando a hipertensão existe em paciente não grávida ou está presente antes do meio da gestação. Sua presença é suspeitada quando a paciente desenvolve preenclampsia/eclampsia severapretermo especialmente antes de 34 semanas de gestação.

PREECLAMPSIA SOBREPOSTA À HIPERTENSÃO CRÔNICA - É diagnosticada quando a doença hipertensiva é agravada por sinais e sintomas que sugerem presença de preeclampsia.

HIPERTENSÃO INDUZIDA PELA GRAVIDEZ - É definida como PA>140/90mmHg durante a segunda metade da gravidez em uma mulher previamente normotensa. Esta pode ser subclassifica em:preeclampsia moderada à severa, e eclampsia.

HIPERTENSÃO GESTACIONAL TRANSIETE - É a elevação da pressão sangüinea durante a gravidez ou nas primeiras 24 horas pós parto. Nenhum dos sinais da preeclampsia/eclampsia esta presente neste subgrupo de mulheres.

Critérios característicos de hipertensão induzida pela gravidez são:
o Nuliparidade
o Proteinúrias abundante
o Estória de normalidadecardiovascular e renal
o Idade menor que 25 anos
o Hiperuricemia

As complicações maternas associadas com hipertensão incluem:
o IAM,
o Trombose,
o Cegueira,
o Falencia renal e
o Morte.

As complicaçòes perinatais estão associadas com:
o Prematuridade,
o Falência placentária com baixo fluxo placentário,
o Crescimento intra-uterino retardado.

A fase terminal da preeclampsia...
tracking img