Hiper ao extremo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro universitário Uninter
Thiago Crepaldi
Pré-Projeto de TCC

Hiper ao extremo

Uma análise sobre a Sociedade Hipermoderna sobre o olhar do Sociólogo e Filósofo GillesLipovetsky e o individualismo e o consumismo.
No meu trabalho de conclusão de curso, eu irei analisar a Sociedade Hipermoderna, o termo criado pelo Sociólogo Lipovetsky é muito maisabrangente e profundo, sua leitura e raciocínio explicam como a sociedade de hoje pensa e age. Segundo Lipovestky o mundo passou da era pós-moderna para a era do hedonismo, do consumo, do vazioe da velocidade sem qualidade.
O médico psiquiatra e terapeuta Augusto Cury, recentemente com seus estudos diagnosticou alguns pacientes com os sintomas, que segundo ele, são efeitosda vida corrida que levamos hoje.
A SPA, Síndrome do Pensamento Acelerado, atinge hoje 25% da população de São Paulo, dados trazidos pelo pisiquiatra e escritor.
A palavraObsolescência será de grande importância para os meus estudos, mas ela é mais abrangente, a obsolescência que vimos até hoje, são produtos com vida limitada, um prato cheio para o capitalismosobreviver, mas o seu contexto abordar também o hipercapitalismo, hiperindividualismo e hipertexto, tudo isto tem um mesmo formato de venda, a novidade.
Com isso, alguns pequisadores jáderam até um nome, Neofília, pessoas que são obsecadas pelo novo, e com isto queremos sempre mais e mais, consumimos todo dia alguma coisa, nosso tempo está cada vez mais escasso, aindústria de entretenimento por exemplo explode em desenvolvimento, mas as indústrias de tranquilizantes também, segundo Lipovetsky o ser humano anda mais frio e mais infeliz.
Este trabalhoserá focado no consumo excessivo e no individualismo provocado por esta nova era, e suas consequências decorrentes desta nova rotina vivida principalmente pelo público adolescente.
tracking img