Hidrografia cearense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Hidrografia Cearense
O Estado do Ceará está dividido por elevações que se constituem divisores de água e tem seus rios e riachos originados no próprio território que escoam para fora do Estado.
Os cursos d'água estaduais são alimentados diretamente pelas águas pluviais e não dispõem de qualquer ação de fontes perenes. As concentrações de chuvas num curto período impõem a característica deintermitência a todos os rios que correm no território estadual. Na época invernosa, o regime das correntes d'água é de acentuada torrencialidade. Logo após terminadas as chuvas, o escoamento superficial cessa e, apenas nos rios de leito arenoso e poroso, forma-se lençol freático situado próximo à superfície.
Além das características de intermitência imposta pelas chuvas, o regime fluvial recebeinfluência da temperatura, pela ação da evaporação, constituição geológica e pedológica das áreas, relevo e vegetação. Nas serras e pés-de-serras, os cursos d'água têm vazão assegurada durante a maior parte do ano pelo propicio desses fatores. Verifica-se, então, que os rios da serra de Baturité, Ibiapaba e Araripe são mais duradouros. Além das mais baixas temperaturas, a maior porosidade epermeabilidade dos terrenos das áreas das chapadas da Ibiapaba e Araripe, diminuem o escoamento superficial e o regime torna-se mais regular, da mesma forma como a presença da vegetação densa contribui para tal fato.
No sertão, além das chuvas escassas e concentradas, o regime fluvial é de máxima torrencialidade pela litologia das áreas e descontinuidade da vegetação. Ademais, a maior evaporação, dada aelevada temperatura reinante no Sertão, associa-se aos citados fatores para tornar mais rápido e pouco duradouro o escoamento fluvial. As aluviões, que mantêm umidade superficial nos leitos secos durante o verão são aproveitadas com culturas de vazante e se constituem importantes elementos para o abastecimento à população nas regiões secas e semi-áridas, com a abertura de cacimbas.
Bacias FluviaisOs recursos hídricos do Estado do Ceará se dividem nas seguintes bacias:
• Bacia do Jaguaribe: ocupando 50% do território, dentre todas as bacias do Ceará, a do rio Jaguaribe destaca-se como a mais extensa e importante. O rio Jaguaribe tem suas nascentes nas serra Calogi/Pipocas/Joaninha, no centro-oeste do Estado. O barramento do rio, bem como das afluentes, é uma das formas de aproveitamento daságuas. Seus principais açudes são: Orós, Cedro e Banabuiú, estando ainda em construção o açude do Castanhão.
Tem como principais afluentes Banabuiú, Palhano e Salgado. O cristalino representa quase que o total dessa bacia. A área restante é então representada pelos sedimentos. Em vista do predomínio do cristalino, a porcentagem de precipitação transformada em deflúvio é alta, devido a baixainfiltração.
• Bacia do Acaraú: ocupando uma área de 10% do território, seu rio principal, o Acaraú, tem suas nascentes nas serras das Matas, Matinha Branca e Cupira, tendo como principais afluentes os rios Groairas, Jaibaras e Riacho dos Macacos. Tem como importantes os açudes Araras, sendo ele o maior reservatório dessa bacia (finalidades principais a perenização e controle das cheias do rioAcaraú, a irrigação das vázeas e piscicultura), e Ayres de Sousa.
• Bacia do Curu: É o Curu o principal rio dessa bacia, nascendo na serra do Machado e tendo como principais afluentes os riso Canindé e Caxitoré. Seus principais açudes são: Caxitoré, General Sampaio e Pentecoste.
• Bacia dos rios litorâneos: as bacias formadas pelos rios do litoral apresentam rios com pequenas extensões, por situaremsuas nascentes em terras relativamente próximas do litoral. As de importância significativas são: Pacotí, Choró e Pirangí, salientando ainda os rios Aracatiaçu e Coreaú. No rio Pacotí existem as represas responsáveis pelo abastecimento d'água não só de Fortaleza, mas também de grande parte da Metropolitana.
• Sub-bacia do Poti: tem sua origem no Estado do Ceará, na confluência dos riachos...
tracking img