Hemocitopoiese

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 57 (14125 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
A hemocitopoese é um sistema altamente organizado responsável pela produção das células sanguíneas. O controle da proliferação, diferenciação e maturação destas células é feito através de uma complexa interação molecular das células com o microambiente da medula óssea. Em indivíduos adultos, a hemocitopoese se compartimentaliza na medula óssea de ossos chatos gerando eritrócitos eleucócitos. Em termos quantitativos a hemocitopoese apresenta uma produção celular alta, em torno de 1012 de células sanguíneas/dia/Kg, em adultos. Esta produção é rigidamente controlada por um microambiente indutivo na medula óssea composto por células e por proteínas de matriz extracelular que formam o estroma medular.
A medula óssea contém um estroma complexo, consistindo de uma rede detecido conjuntivo e uma variedade de tipos celulares, incluindo fibroblastos, macrófagos, adipócitos-like, células musculares lisas, células reticulares e endoteliais. Os adipócitos medulares aparentemente possuem a função mecânica de controlar o volume hemotopoético, que por sua vez controla o aumento de inclusões gordurosas na medula, uma vez que a aceleração da hemocitopoese está associada com aperda de vacúolos de gordura aumentando os espaços para o crescimento das células hemotopoéticas.
Macrófagos e osteoclastos derivam-se de células precursoras hemotopoéticas, possuindo também importância no microambiente hemocitopoético. Os macrófagos são importantes na fagocitose dos elementos da eritropoese inefetiva, na remoção do núcleo liberado pelos eritroblastos, pelo fornecimento de ferropara os eritroblastos e talvez possam produzir in situ fatores de crescimento e, ou citocinas regulatórias. Todas estas células secretam e são envolvidas por uma complexa matriz extracelular contendo fibronectina, laminina, colágeno tipos III e IV, glicosaminoglicanos como o heparan sulfato e condroitin sulfato, ácido hialurônico, e uma variedade de outras moléculas. Este microambiente complexoproduz glicoproteínas solúveis genericamente chamadas de citocinas, que controlam a mitose e a diferenciação das células hemotopoéticas.

Em indivíduos normais todo o programa de proliferação e diferenciação das células hemotopoéticas é estritamente controlado pelo microambiente indutivo. Já foi demonstrado que a proliferação de células neoplásicas é dependente da produção autócrina de citocinas eda interação com componentes da matriz extracelular.
Nos processos neoplásicos, especialmente nos malignos, ocorrem alterações moleculares induzindo as células a um novo comportamento biológico podendo, inclusive, alterar seus mecanismos de adesão. A hipótese de que as moléculas de adesão possuam papel importante na regulação da hemocitopoese normal é sugerida pelo aumento do número destasmoléculas presentes na matriz extracelular e na superfície das células progenitoras, além de seus diferentes padrões de expressão durante os estágios de diferenciação das linhagens celulares.
Particularmente, precursores celulares, matriz extracelular e interações com células endoteliais determinam a manutenção ou liberação das células hemotopoéticas do microambiente da medula óssea para o sangueperiférico. Consequentemente, mudanças na afinidade ou quantidade de moléculas de adesão expressas no estroma da medula óssea ou nos precursores das células do sangue durante o desenvolvimento normal ou durante um processo neoplásico, afetarão a adesão celular. Assim, as moléculas de adesão podem ser um dos moduladores que alteram o comportamento biológico das células hemotopoéticas normais ouleucêmicas, primeiramente em termos de migração e adesão, muito embora participem também de muitas outras funções celulares como citotoxidade e apresentação de antígenos.
A alteração nos processos de regulação da hemocitopoese no aspecto celular pode ser vista de uma maneira sintética como sendo a manifestação de alterações no controle dos três tipos de respostas: proliferação, diferenciação e...
tracking img