Headend

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5975 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1
Headend
Televisão é um serviço de abrangência
mundial, tendo portanto, muitas variações em
termos de normatização.
Todo e qualquer tipo de sinal de vídeo é
enquadrado em um padrão e sistema, como é
comumente abordado no mercado, através das
siglas.
Nos EUA se usa o NTSC–M, onde o NTSC
significa o tipo de sistema empregado para
transmissão enquanto o M é a forma como a
imagem écaptada por uma câmera e reproduzida
pela TV.
No Brasil usamos o PAL-M, onde PAL é a forma
como se processa o sinal colorido e M a forma
como se produz e reproduz o sinal.
Além do sinal de vídeo sofrer variações de uma
programação para outra, existem diferenças
significativas entre a forma de transmissão de cada
programação. Em alguns casos a programação
chega até o Headend através de enlacesópticos
(alta qualidade), em outros por satélite ou por
recepção de sinais do ar (sinais abertos de TV), etc.
Como se não bastassem todas estas
diferenças, os sinais como chegam até o Headend
de distâncias as mais variadas possíveis, precisam
sofrer amplificações, equalizações e muitos outros
processamentos, cada dia mais comuns.
No inícios dos sistemas, todos os sinais
chegavam no Headendcom formato analógico.
Atualmente existem provedores que disponibilizam
os sinais na forma analógica, enquanto outros na
forma digital, fazendo uso de codificação, que
variam de caso para caso, dependendo do
provedor.
HEADEND - CONCEITO
2
Headend
Por todas estas diferenças, existe a necessidade
de concentrar todos os sinais em um só ponto,
no intuito de fazer com que as desigualdadesentre os mais variados sinais sejam solucionadas,
permitindo que todos os assinantes recebam em
sua casa todos os sinais da mesma forma.
Outras necessidades dentro do Headend
- Gerenciamento de decoders;
- Implementação dos decoders;
- Gerenciamento de Rede;
- Monitoração da imagem;
- Geração de canais com programação
própria da operadora ZAP News;
- Canal local dentre outros;
Emalgumas operações existe mais de um
headend para backup, com isto, através de
equipamentos apropriados (matriz de AD/VD) é
possível transferência de canais de um para o
outro e vice-versa.
Quando os serviços são oferecidos através de
decoders para recepção dos sinais nas casas dos
assinantes, estes serão controlados pelo do
Headend, através de equipamentos de gerência
que receberão informaçõessobre as habilitações
dos serviços contratados.
Normalmente o Headend não controla os
assinantes, mas sim os equipamentos, por este
motivo existe uma conexão entre o Headend e o
sistema de gerenciamento de assinantes, que
podem estar instalados em locais distantes.
HEADEND - CONCEITO
3
Headend
Através da Figura a seguir podemos visualizar
um Head end.
Com a Figura queremos dar a idéiade que
existem receptores de satélites analógicos, digitais,
decodificadores de sinais, receptores de Fibra
óptica, processadores de VHF e UHF e até mesmo
equipamentos para reprodução e geração de
sinais como VCR (vídeo cassete), ilhas de edição,
computadores gráficos, dentre outros.
HEADEND - CONCEITO
4
Headend
Hoje em dia, a maioria dos canais que
chegam a NET é através dos satélites.Estes canais
chegam das mais diferentes formas (com ou sem
codificação, através de vários satélites, analógicos
ou digitais etc...). Por este motivo necessitamos de
um conjunto de antenas parabólicas interligadas a
decodificadores.
A lei do cabo brasileira obriga a transmissão no
cabo de canais locais, por isto, fazemos uso de
antenas off-air (canais do ar) chamadas monocanais
(uma paracada canal). Por este motivo temos que
usar processadores de canais para poder inserir
estes sinais estes canais em um novo canal no
cabo.
Muitas operações usam canceladores de
fantasma para melhorar a qualidade de imagem,
que ocorrem devido as reflexões. Este recurso
depende da emissora.
Com os sinais recebidos das mais diferentes
origens (satélite, fibra, off-air, geração local,...
tracking img