Handebol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fisioterapia Brasil - Volume 13 - Número 3 - maio/junho de 2012 171
Artigo original
Acompanhamento ambulatorial de recém-nascidos prematuros em um hospital público de Minas Gerais de 2008 a 2010 Follow-up of preterm newborn in a public hospital in Minas Gerais from 2008 to 2010
Erica Abjaudi Cardoso, M.Sc.*
*Professora da Faculdade Pitágoras deMinas Gerais
Resumo
Objetivos: Descrever as características de bebês prematuros acompanhados em um programa de follow-up ambulatorial, com a Fisioterapia, em um hospital público de Minas Gerais. Método: Foi realizada a avaliação de 261 prontuários de bebês atendidos no ambulatório nos anos de 2008 a 2010. Os critérios de inclusão foram bebês prematuros que realizarampelo menos 3 consultas ambulatoriais por ano, sem abandonarem o acompanhamento. Foi realizado um estudo descritivo-qualitativo com estes bebês. Resul- tados: Foram encontrados 255 bebês prematuros, sendo 47% pre- maturos extremos; 51% baixo peso ao nascer, 71% adequados para idade gestacional. 78,4% apresentaram complicações respiratórias diversas logo após o nascimento; 70,6% apresentaram sofrimentofetal agudo; 62% apresentaram algum grau de hemorragia intracra- niana. Cada bebê realizou uma média de 3,7 consultas por ano com a Fisioterapia e apenas 19,2% destes necessitaram de encaminha- mento para tratamento sistemático. Conclusão: Novas tecnologias possibilitaram uma maior sobrevida dos bebês prematuros, porém, sem diminuir suas morbidades. Portanto, o número de crianças com alteraçõesno Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) é crescente. O acompanhamento clínico destes bebês permite a detecção precoce de alterações no desenvolvimento, a orientação familiar adequadamente ou, em alguns casos, o encaminhamento para o tratamento sistemático.
Palavras-chave: recém-nascido, prematuro, seguimento ambulatorial, desempenho psicomotor, fisioterapia.
AbstractObjective:Todescribethecharacteristicsofthepretermnewborn followed up by the Physical Therapy, in public hospital of Minas Gerais. Methods: Were analyzed 261 medical records of babies from 2008 to 2010. The inclusion criteria were to be a preterm newborn, with 3 ambulatory consultation per year and continuous follow up. It was a descriptive and qualitative study. Results: 255 pretermnewborns were found. 47% were extreme preterm newborns; 51% low birth newborns; 71% adequate newborns for gestational age; 78.4% newborns with respiratory complications soon after birth; 70.6% newborns with acute fetal sufferance; 62% newborns had intracranial hemorrhage. Each baby performed an average of 3.7 physical therapy sessions per year and only 19.2% preterm new- borns required systematictreatment. Conclusion: New technologies provide better preterm newborn survival, however, without reducing morbidity. Therefore, the number of children with neuropsycho- motor development is increasing. The clinical follow up allow the early detection of developmental alterations, the adequate family orientation or, in some cases, a systematic treatment.
Key-words: newborn, premature,follow-up, psychomotor performance, physical therapy.
Recebido 19 de junho de 2011; aceito em 23 de maio de 2012. Endereço para correspondência: Érica Abjaudi Cardoso, Rua Juvenal de Melo Senra, 175/1302, Belvedere, 30320-660 Belo Horizonte MG, E-mail: ericaabjaudi@gmail.com172 Fisioterapia Brasil - Volume 13 - Número 3 - maio/junho de 2012
Introdução
Aprematuridade tem sido causa básica ou associada de óbitos no primeiro ano de vida da criança, além de ser res- ponsável por maior morbidade na infância, consistindo em problema de saúde pública, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) [1]. A cada ano, cerca de 15 milhões de bebês nascem prematuros no mundo e o Brasil aparece na 10a posição, com 279,3 mil partos de prematuros por ano. Para cada...
tracking img