Hamlet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1240 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENA V

Outra parte da Esplanada. (Entram o Fantasma e Hamlet.)

HAMLET: Pra onde me leva? Fala: não passo daqui.

FANTASMA: Me escuta.

HAMLET: Te escuto.

FANTASMA: Está quase na hora Em que devo voltar pro tormento Das chamas de enxofre.

HAMLET: Ah, espírito infeliz!

FANTASMA: Não desejo pena, só teu ouvido atento Ao que vou revelar.

HAMLET: Fala: estou pronto pra ouvir.FANTASMA: E também pra me vingar, depois de ouvir.

HAMLET: O quê?

FANTASMA: Sou o espírito de teu pai. Escuta, escuta, escuta! Se você algum dia amou seu pai...

HAMLET: Ó, Deus!

FANTASMA: Vinga esse desnaturado, infame assassinato.

HAMLET: Assassinato!

FANTASMA: Todo assassinato é infame: Este é infame, perverso – monstruoso.

HAMLET: Me conta tudo logo, pra que eu, Maisrápido do que um pensamento de amor, Voe para a vingança.

FANTASMA: Te vejo decidido. Então, Hamlet, escuta: Se divulgou que fui picado por uma serpente Quando dormia em meu jardim; Com essa verão mentirosa do meu falecimento Se engana grosseiramente o ouvido de toda a Dinamarca. Mas saiba você, meu nobre jovem: A serpente cuja mordida tirou a vida de teu pai Agora usa a nossa coroa.

HAMLET: Ó,minha alma profética! Meu tio!

FANTASMA: Sim, essa besta incestuosa e adúltera, Com seu engenho maligno e dádivas de traição – Maldito engenho e dádivas malditas Por seu poder de sedução! – descobriu, pra sua lascívia incontrolável, A volúpia da minha rainha tão virtuosa – em aparência. Oh, Hamlet, que queda foi aquela! De mim – cujo amor ainda mantinha a dignidade Dos votos feitos em nossomatrimônio – Rebaixar-se a um canalha, cujos dons naturais Eram mais que execráveis, comparados com os meus! Mas, assim como a virtude não se deixa corromper, Ainda que a luxúria a corteje em forma de anjo, Também a lascívia, mesmo ligada a um anjo refulgente, Continua devassa nos lençóis celestes, E goza na imundície. Mas, espera! Já cinto o odor do ar matutino; Devo ser breve; eu dormia, de tarde,em meu jardim, Como de hábito. Nessa hora de calma e segurança Teu tio entrou furtivamente, trazendo, num frasco,

O suco da ébona maldita, E derramou, no pavilhão de meus ouvidos, A essência morfética Que é inimiga mortal do sangue humano, Pois, rápida como o mercúrio, corre através Das entradas e estradas naturais do corpo; E, em fração de minuto, talha e coalha O sangue límpido e saudável,Como gotas de ácido no leite. Assim aconteceu comigo; Num segundo minha pele virou crosta leprosa, Repugnante, e me surgiram escamas purulentas pelo corpo. Assim, dormindo, pela mão de um irmão, perdi, ao mesmo tempo, A coroa, a rainha e a vida.

HAMLET: Oh, terrível! Terrível! Tão terrível!

FANTASMA: Se você tem sentimentos naturais não deve tolerar; Não deve tolerar que o leito real daDinamarca Sirva de palco à devassidão e ao incesto. Mas, seja qual for a tua forma de agir, Não contamina tua alma deixando teu espírito Engendrar coisa alguma contra tua mãe. Entrega-a ao céu, E aos espinhos que tem dentro do peito: Eles ferem e sangram. Adeus de uma vez! O vagalume começa a empalidecer sua luz noturna; É que a alvorada o vence.Adeus, adeus, adeus! Lembra de mim.

(Sai.)HAMLET: Oh, gigantescas legiões do céu! Oh, terra! Que mais ainda? Devo apelar ao inferno? Infâmia! Calma, calma, coração; E vocês, meus nervos, não envelheçam de repente; Me mantenham tranqüilo. (Levanta-se.) Lembrar de ti! Ah, pobre fantasma, enquanto a memória tiver um lugar neste globo alterado. (Toca a cabeça.) Lembrar de ti! Ouve, vou apagar da lousa da minha memória Viverá apenas o teumandamento, Sem mistura com qualquer matéria vil. Sim, pelo céu! Perniciosíssima senhora! Ó traidor, traidor; desgraçado, sorridente traidor! Minha lousa! – preciso registrar Que se pode sorrir e, sorrindo, ser canalha. Pelo menos, estou certo – aqui na Dinamarca. Eis aí, o teu retrato. E aqui está minha divisa: “Adeus, adeus! Lembra de mim”. Está jurado.

HORÁCIO: (Fora de cena.) Meu senhor, meu...
tracking img