Habilidades do século xxi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA

HABILIDADES DO SÉCULO XXI
Pedro Demo

À medida que entramos num novo milênio, a maioria das pessoas começa a tomar consciência de que estamos no meio de uma das maiores revoluções na história, que não deixa nada passar em branco, tudo, de um modo geral, sofremodificações como, por exemplo, nossa maneira de executar nossos trabalhos, a maneira como nos comunicamos e até com o lazer. Essa mudança se deve a revolução tecnológica centralizada na informação, na comunicação e nas tecnologias multimídias que pode ser considerada como estagio de uma sociedade do conhecimento ou da informação que atribui à educação um papel central em todos os aspectos davida.
Com o advento tecnológico os educadores e escolas foram colocados em situações que os forçaram a repensar seus princípios básicos e desenvolveram novas formas criativas e produtivas além de reestruturar a escolarização e assim atingir de maneira construtiva e progressista às mudanças tecnológicas e sociais que atualmente vivemos.

Pedro Demo ao afirmar que “a Internet está nosatropelando de maneira perplexa, já que não damos mais conta minimamente de acompanhar o turbilhão caótico de informação vigente e crescente”, deixa bem claro que é impossível para qualquer ser humano aprender e administrar a gama de informações que temos nos dias atuais. Não é possível mensurar a produção dessas informações sejam elas educacionais, cientificas ou até mesmo para um simples lazer.Os métodos de aprendizado tradicionais não se diluem com o avanço tecnológico uma vez que grande parte da população não participa dessa novidade em razão do despreparo de maioria das escolas. Vale ressaltar que nem sempre a quantidade de informação produzida seja de qualidade porque não temos como avaliar a confiabilidade dessas informações. Por isso é importante que o educador tenha umapostura reflexiva e critica para orientar acerca da informação disponível. Grande parte dos educadores ainda utiliza o modelo arcaico de ensino onde a pesquisa era uma cópia fiel das tão famosas enciclopédias e hoje ainda utilizam o mesmo processo só que copiando da Internet quando alunos usam ferramentas próprias e só se dão ao trabalho de “copiar” e “colar”, sem a preocupação de estar seapropriando do conhecimento de outros e nomeando-o como seu (cometem dessa forma o crime de plágio).

Nos dias de hoje fala-se muito em “fluência tecnológica” e “multi-alfabetizações”, ambas decorrentes do avanço e da variedade de habilidades oriundas em geral das novas tecnologias que sugerem outras motivações além de ler, escrever e contar. Essa evolução permite superar os modelostradicionais de texto impresso e passam a atuar em outra modalidade voltada para imagens e animação.
Ao aprender utilizar essas habilidades tecnológicas vislumbramos a possibilidade de encarar novos desafios e lidar com outros equipamentos num mundo mais sofisticado e exigente. Sem sombras de dúvidas, a evolução acelerada das tecnologias de informação e comunicação tem mudado a forma deconvivência social e o trabalho das pessoas, bem como a interação entre as mesmas. Nesse ponto, os educadores precisam ter um esforço demasiado para unir o ensino tradicional com o tecnológico, de modo a não ter afastamento da vida acadêmica repleta de reflexão, ciência e conhecimento profissional, evitando assim perder um referencial da aprendizagem eficiente. Tudo isso porque as ferramentas tecnológicasprecisam ser um recurso para agilizar a aprendizagem e não uma única forma, mas um acréscimo do processo ensino-aprendizagem. É necessário que o educador consiga ajudar ao aluno a pensar, a aprender agir em sociedade.

Entretanto, o educador não pode apenas chegar à sala e pôr um vídeo para os alunos assistirem e não contextualizar o assunto. Isso só resultaria em perda de tempo. É...
tracking img