Hérnia inguinal indireta : aspectos anatômicos e embriológicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (383 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução: A hérnia inguinal (HI) é um tipo de hérnia prevalente na população em geral e apresenta grande relevância, uma vez que sua correção cirúrgica é um procedimento comum na infância e muitoimportante entre os adultos e idosos. Ocorre devido a protrusão do peritônio parietal e das vísceras, como o intestino delgado, através de uma abertura da cavidade abdominal, tendo como etiopatogenia afragilidade da parede abdominal e o aumento da pressão da mesma. Os tipos principais são as hérnias inguinais indiretas (HII) e diretas (HID). As HID são adquiridas. Já as HII são congênitas, commaior prevalência (67% dos casos) sendo 20 vezes mais comuns em homens e apresentando associação com a hidrocele. Objetivo: Analisar os aspectos anatômicos e embriológicos da HII em razão de suaprevalência. Método: Levantamento bibliográfico na literatura aliada e em bases de dados MedLine e Scielo em busca de artigos originais e de revisão no período de 2000 a 2010. As palavras-chave utilizadasforam: “hérnia inguinal indireta” e “anatomia hérnia inguinal indireta”. Resultados: O conteúdo peritôniovaginal é o local no qual as gônadas no sexo masculino e o ligamento redondo do útero na mulherdeslocam-se em direção caudal, dirigindo-se para o interior do processo vaginal. Normalmente esse conduto se oblitera entre a 36ª a 40ª semana de gestação. Quando este persiste, surge a possibilidadedas hérnias inguinais indiretas. Anatomicamente, ocorre devido a passagem do peritônio e das alças intestinais pelo anel inguinal interno, que é medial a bainha femoral e superior ao ligamento inguinal,localizando-se na fáscia transversalis. Relação anatômica importante é o fato do intestino herniado passar lateralmente aos vasos epigástricos inferiores. Conclusão: Face ao exposto conclui-se que oconhecimento da anatomia e da embriologia da região inguinal é de grande importância para o a compreensão da HII e suas indicações cirúrgicas.
Referências

1 Moore KL, Dalley AF. Anatomia...
tracking img