Gut – método para priorização de problemas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1175 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE

1. GUT – Método para Priorização de Problemas 02
2. Diagrama de Causa e Efeito – DCE 03
3. Método dos Porquês 03
4. Diagrama de Pareto 04
5. Diagrama de Dispersão 05
6. Método deanálise e solução de problemas 06
7. Conclusão 07

GUT – Método para Priorização de Problemas
É uma ferramenta que consiste, basicamente, em separar e priorizar os problemas para fins de análise e posterior resolução. Sua base é fundamentada no tripé:
Gravidade – avaliar as conseqüências negativas que podemtrazer para os clientes;
Urgência – avaliar o tempo necessário ou disponível para corrigir os problemas levantados;
Tendência – avaliar o comportamento evolutivo (irá melhorar ou piorar) da situação.
Para cada um dos fatores acima deve ser atribuída uma nota de acordo com a relevância de cada problema levantado. (1 = baixo; 3 = médio e 5 = alto). Em seguida multiplicam-se os três fatores poreles próprios (G X U X T = OP), onde o OP é o resultado que estabelece a Ordem de Prioridade para resolução dos problemas apresentados.
Para facilitar os cálculos e definir as prioridades, deve-se utilizar o Quadro de Prioridades - QP, onde cada participante analisa e avalia cada fator, atribuindo-lhes notas 1, 3 ou 5, relacionadas ao problema levantado.

O QP acima demonstra que os problemasdeverão ser resolvidos na seguinte ordem: 2, 1, 4, 3 e finalmente o problema 5.

Diagrama de Causa e Efeito – DCE
O DCE também conhecido como “Espinha de Peixe” é uma técnica japonesa que possui múltiplas funções, sendo utilizada para levantar e identificar as causas dos diversos problemas existentes nos processos, além de fornecer subsídios para analisá-los. Para tanto é necessário aplicar, emconjunto o “método dos porquês”.
Normalmente os elementos mais utilizados como causas podem ser visualizados abaixo:
Roteiro para Elaboração
Defina o problema (anomalia ou efeito) a ser analisado.
Levante as causas prováveis que possam estar contribuindo para gerar o problema.
Elabore o diagrama (Ex. processo ensino-aprendizagem).
Método dos Porquês
Com o objetivo de analisar o processo,aplica-se a técnica dos porquês, que deve se utilizada uma, duas ou quantas vezes forem necessárias até chegar à causa fundamental do problema.Ex. com base no diagrama anterior (Recursos audiovisuais inexistentes)
Por que não existem recurso audiovisuais na escola?
Porque nunca foram solicitados.
Por que nunca foram solicitados?
Porque os alunos e professores julgam que a direção não iráadquiri-los.
Por que fazem este julgamento?
Porque tudo que é solicitado recebe um não como resposta.
SOLUÇÃO:
Mostrar à direção da escola o quanto poderão ser úteis os recursos audiovisuais no processo ensino-aprendizagem.
Formalizar o pedido com a participação de todos os interessados (abaixo-assinado).
Diagrama de Pareto
É um método que parte da premissa de que existe um nº reduzido de causas,da ordem de 20%, que provoca 80% dos problemas que afetam os processos; se corrigidos a tempo, praticamente eliminam-se os problemas existentes.
Roteiro para Aplicação
Defina o processo a ser analisado (ex. entrega de mercadorias) e inicie o levantamento dos problemas que o afetam.
Prepare o Mapa de Ocorrências, colocando os problemas em ordem decrescente de acordo com o número de ocorrências.Monte o Gráfico de Pareto a partir do Mapa de Ocorrência:
Analise cada problema, iniciando-se pelo “A”, “B”, nesta seqüência até “outros”, perguntando: o que?, onde?, quando?, quem?, como? E por que? Observa-se que resolvidos os problemas “A” e “B”, praticamente resolve-se o problema maior – Entrega de Mercadorias.

Diagrama de Dispersão

Os Diagramas de dispersão são representações de...
tracking img