Gurus da qualidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

Introdução

William E. Deming
Joseph m. juran
Kaoru Ishikawa
Genichi Taguchi
Shingeo Shingo
Thomas J. Peters
Armand Vallin Feigenbaum
Taiichi Ohno
Masaaki Imai
Philip Crosby

Conclusão

bibliografia








Introdução


Neste trabalho irei citar grandes personalidades que influenciaram a área da qualidade, estes chamados gurus da qualidade foram as pessoascom audácia, visão e idéias muito avançadas para sua época, eles desenvolveram métodos de gerenciamento de qualidade muito eficazes e aprimoraram outros já existentes, a seguir apresentarei a sua carreira e os grandes feitos de cada um desses grandes ícones, responsáveis pela qualidade vista hoje.



















William E. Deming
William E. Deming nasceunos EUA e graduou-se em engenharia teve ainda mestrado em física e matemática e um ph.D em Física e Matemática.
Deming trabalhou no período de reconstrução do Japão pós segunda guerra. Baseado nas idéias de Shewhart de que as causas de variações dos processos eram divididas em causas naturais e causas especiais, Deming propôs uma importante abordagem de gestão da qualidade baseada na evidênciaestatística focada na contínua redução das variabilidades dos processos, o objetivo era reduzir o intervalo de variabilidade das saídas de um processo de modo que este se torna-se cada vez mais confiável
O PDCA de Shewart-Deming
Essa simples e poderosa metodologia basea-se no seguinte, todo processo deve ter as seguintes etapas:
1 - Planejar -> devemos definir o que vai ser feito quem vaitrabalhar, quanto vai custar, quanto tempo vai durar, como iremos medir o processo, como iremos entregar etc, devemos pensar sobre o projeto e termos critérios bem definidos para apenas depois agirmos;
2 - Fazer - > É o momento de executarmos tudo que planejamos;
3 - Medir - > Definimos no planejamento como iriamos medir nosso processo e temos que ver se as coisas estão indo conforme o planejado entãose nada está saindo como o planejado, precisamos fazer o passo seguinte;
4 - Corrigir -> implementar as ações necessárias para que as coisas que não estao saindo conforme planejado aconteçam conforme o planejado.

Joseph M. Juran
Juran nasceu na Romênia e se formou em Engenharia nos Estados Unidos na década de 20. Com seu livro Quality control handbook (Manual do Controle da Qualidade)de 1951 virou personalidade mundial e foi trabalhar como consultor no Japão em 54.

Segundo Juran qualidade possui duas definições
1. qualidade são aquelas características do produto que atendem as necessidades dos clientes e, portanto, promovem satisfação com o produto;
2. qualidade consiste na ausência de deficiências.

Essa conceituação ainda é usada hoje em dia, a norma ISO 9000:2005 quetrata dos fundamentos e vocabulários do Sistema de Gestão da Qualidade, define no item 3.1.1 qualidade como sendo: o grau no qual um conjunto de características inerentes satisfaz a requisitos.

Juran trouxe também o conceito de cliente externo/interno. Externo é aquele que recebe o produto final da companhia e o cliente interno é o responsável por um processo que é sucessor a outro dentro damesma empresa, por exemplo a área de produção é cliente interno da área de compras.
uma das grandes contribuições de Juran foi na classificação dos custos da não qualidade, ou seja, os custos de não fazer certo da primeira vez, segundo ele a linguagem do dinheiro era essencial na sensibilização da alta gerência, os três tipos de custos são, segundo Juran:

1 - Custos das Falhas. Seriam internas eexternas. A interna quando o produto ainda não chegou ao cliente e todo trabalho de recuperação é feito na empresa, e a externa quando o produto já está sob posse do cliente e dessa forma é necessário recuperar o produto, perde-se a credibilidade do cliente e gera-se perdas em futuros negócios( esse componente é um pouco mais díficil de medir).
2 - Custos de Avaliação. Devem incluir os custos...
tracking img