Guerra, a.j.t. & cunha, s. b. ciência geomorfológica. in: geomorfologia uma atualização de bases e conceitos. rio de janeiro, bertrand do brasil, 1994, (p.23-45)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Relevo como Objeto de Estudo
As formas de relevo constituem o objeto de estudo da Geomorfologia. A existência desse objeto bem definido, com significativo e diversificado conteúdo a ser compreendido e explicado, a sistematização do conhecimento já atingido, o valor alcançado por suas concepções teóricas, o caráter prático da aplicação dos seus conhecimentos fazem com que a Geomorfologia venhasendo vista como uma ciência autônoma.
Essa posição de independência é, entretanto, insuficiente para encobrir os profundos laços de origem que ligam à Geografia e á Geologia. Dentro delas, a Geomorfologia constitui uma especialização, inserida em campo de trabalho comum a ambas.

1.1. Interesse e Importância do Estudo do Relevo
O relevo sempre foi notado pelo homem no conjunto decomponentes da natureza pela ou beleza, imponência ou forma.
A capacidade de raciocínio humano e suas observações tornaram possível estabelecer relações entre as formas de relevo e seus processos geradores. Em fenômenos que causam grandes impactos, é comum restarem na paisagem, significativas marcas de suas ocorrências, facilitando a identificação dessas relações.

1.2 Gênese e Evolução das FormasPara alcançar o conhecimento pleno do que são e representam as formas de relevo, é preciso compreender e explicar como elas surgem e evoluem. Disso resulta na Geomorfologia considerar, também, como integrantes de seu objeto de estudo, os processos responsáveis de transformar o relevo. Esses processos têm suas origens em forças oriundas do interior do planeta (forças endógenas) e externas, vindas apartir da atmosfera (forças exógenas). Além da participação biológica na gênese e no desenvolvimento de processos, atribuindo maior destaque ao homem.
As formas ou conjunto de formas de relevo estão sendo permanentemente trabalhados por processos erosivos ou deposicionais, desencadeados pelas condições climáticas existentes. Esses processos, ao longo de grandes períodos de tempo, promovem adegradação (erosão) das áreas topograficamente elevadas e a gradação (deposição) nas áreas topograficamente baixas.
No sentido evolutivo as formas refletem um comportamento dinâmico, ao estar continuadamente sujeitas a ajustes em seu modelado, como resultado de suas relações com os processos que atuam sobre elas.
2. Evolução do Conhecimento Geomorfológico
O século 19 marca uma etapa em que foramdefinidos, de modo mais sistemático, os campos do conhecimento científico que lastreiam as ciências modernas. Na Geomorfologia não foi diferentes.

2.1. Primeiros Conceitos e Primeiras Teorias
As concepções filosóficas e religiosas, vigentes durante as primeiras épocas da história, influíram de modo marcante nas explicações para os fatos observados pelo homem. Segundo Tinkler (1985), acuriosidade natural levava a buscar explicações para situações onde eram estabelecidos princípios que serviam de bases racionais para investigar a natureza e, em particular, as formas de relevo da superfície da Terra.
Com o Renascimento, resgatam-se as obras gregas e romanas, porém pouco foi acrescentado e teve continuidade para a Geomorfologia.
James Hutton (1726-1797) é considerado o precursor dasidéias do atualismo, por ser o primeiro a identificar a importância do conhecimento do presente para melhor compreender o passado.
No século 19, o conhecimento geomorfológico sofre grande expansão e nesse século, o desenvolvimento das ciências em geral constituíram apoios valiosos.
William Morris Davis foi o principal nome a ser lembrado na história da Geomorfologia. O ciclo Geográfico, por eleidealizado, constitui o primeiro conjunto de concepções que podia descrever e explicar, de modo coerente, a gênese e a seqüência evolutiva das formas de relevo existentes na superfície da Terra.
2.2 Novas Concepções
O limiar da segunda metade do século 20 trouxe outras perspectivas para a Geomorfologia. O desenvolvimento científico e tecnológico possibilitou a utilização de novos...
tracking img