Guerra persas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual do Maranhão UEMA – Centro de Estudos Superiores de Imperatriz-CESI

Aluna: Andressa Nascimento Teixeira

ANÁLISE HISTORIOGRÁFICA: A aliança helena e a vitória dos gregos nas guerras persas
Historiografia apresentada ao núcleo de pesquisa do
curso de História: Práticas e representações culturais
no mundo antigo: Uma análise das civilizações gregae romana. Orientador: Prof. Fabrício Nascimento.

Imperatriz-Ma
2011
A aliança helena e a vitória dos gregos nas guerras persas
Ao analisar as guerras persas na Grécia antiga, é necessário avaliar a sua origem, o contexto político da época, e quais foram os fatos que levaram a esse combate. De acordo com M. Rostovtzeff, no século VI a.C., o papel principal navida econômica e civilizada pertencia não à Grécia propriamente dita, mas às colônias gregas da Ásia Menor e, em certo grau, às da Itália e da Sicília. Sendo assim, a história da Ásia Menor central era notável e as tradições do império Hitita sobreviviam nos novos reinos da Frígia, Lídia e Lícia, dos quais a Lídia estava mais próxima dos gregos. Como mediadora entre o Oriente e o novo mundo grego,e pertencendo a ambos pela sua posição, a Lídia estava sempre fazendo pressão rumo ao mar, expandindo-se para o ocidente em direção aos gregos. (M. Rostovtzeff: 1983, p. 135).
Um fator relevante é que os gregos na Ásia, assim como os residentes na Hélade e no Ocidente, partilhavam do mesmo sangue, religião e cultura, mas eram divididos em cidades - estados independentes, cada um com suaprópria política e tradições que eram contrárias às dos seus vizinhos. Ainda de acordo com M. Rostovtzeff, o império Lídio tirou pleno partido de todos esses fatos e logo passou a predominar na vida política dessas cidades. Todos os reis lídios – Árdis, Sadiate, Aliate e Creso – dedicaram-se à tarefa de dominar as cidades gregas, e sua atividade impediu que estes observassem o poder cada vez maior dospersas. Por isso, a catástrofe de 548 a.C., quando Ciro derrotou os exércitos de Creso e tomou Sardes, foi uma total surpresa para os gregos, que agora enfrentavam os medos. (M. Rostovtzeff: 1983, p. 135 e 136).
A Pérsia não teve muita dificuldade em conquistar os gregos anatólios. Por causa, da distância entre as cidades - estados, e os anatólios eram inválidos pela desunião e, também pelapolítica da Lídia. Toda a costa logo se tornou parte da grande monarquia persa. Cada uma delas manteve sua autonomia, as comunicações regulares com o resto do mundo e continuou sendo importante como centro de comércio e manufatura. Ressentiam-se apenas da freqüente interferência da Pérsia em suas rivalidades sociais e do apoio que ela dava aos tiranos. Com o tempo, a tirania tornou-se a formapredominante de governo nesta região. (M. Rostovtzeff: 1983, p. 136).
Neste momento o império persa governado por Dario compreendia um imenso território, dividido em 23 setrapias, sendo as mais rentáveis as da Babilônia e do Egito. A administração repousava em um sistema de correios e estradas muito bem organizadas. Seu poderoso exército baseava-se na cavalaria e na utilização de arqueiros. A frotafenícia, controlada pelos persas, dominava o mar Egeu. (Souza: 1988, p. 50).
É contra este inimigo que as póleis gregas da Jônia revoltam-se em 499 a.C., lideradas por Aristágoras, tirano de Mileto. Em conseqüência disso quais seriam as causas da sublevação jônica? Em primeiro lugar, o comércio jônico fora duplamente atingido pelos persas: com o declínio do entreposto comercial de Náucratis, a partirda conquista do Egito por Cambises; e pelo controle dos estreitos do Helesponto e do Bósforo pelos persas, restringindo o comércio com o mar Negro (importação de trigo). Além disto, a autonomia das póleis gregas, seu ideal máximo, era incompatível com a designação dos tiranos e com o controle político imposto pelos persas. (Souza: 1988, p. 50 e 51).
Os participantes da revolta dos gregos...
tracking img