Guerra fria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Guerra Fria
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
Guerra Fria

Mikhail Gorbachev, Secretário-Geral do Partido Comunista da União Soviética, e Ronald Reagan, Presidente dos Estados Unidos, assinando o Tratado INF, em 8 de dezembro de 1987.
Data
1945 — 1991
Local
Global
Desfecho
Vitória do Primeiro Mundo (capitalistas)
Status
Fim da União Soviética Fim do socialismo na maioria dospaíses de Segundo Mundo
Divisão do mundo de acordo com a Teoria dos Mundos, principalmente
Introdução do capitalismo como exemplo mundial
Intervenientes
Primeiro Mundo (capitalistas) Estados Unidos
Canadá
Reino Unido
França
Itália
Alemanha Ocidental
Vietnã do Sul
Espanha
Portugal
Irlanda
Bélgica
Países Baixos
Suíça
Áustria
Dinamarca
NoruegaSuécia
Finlândia
Islândia
Grécia
Chipre
Turquia
Luxemburgo
Liechtenstein
Andorra
São Marino
Austrália
Nova Zelândia
Japão
Coreia do Sul
Taiwan

Segundo Mundo (socialistas) União Soviética
China
Alemanha Oriental
Vietnã do Norte
Coreia do Norte
Cuba
Laos
Mongólia
Polónia
Bulgária
Hungria
Eslováquia
República Checa
RoméniaAlbânia
Bósnia e Herzegovina
Croácia
Macedónia
Sérvia
Montenegro

Guerra Fria é a designação atribuída ao período histórico de disputas estratégicas e conflitos indiretos entre os Estados Unidos e a União Soviética, compreendendo o período entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) e a extinção da União Soviética (1991). Em resumo, foi um conflito de ordem política, militar,tecnológica, econômica, social e ideológica entre as duas nações e suas zonas de influência.

Uma parte dos historiadores argumenta que foi uma disputa dos países que apoiavam as Liberdades civis, como a liberdade de opinião e de expressão e de voto, representada pelos Estados Unidos e outros países ocidentais e do outro lado a ditadura comunista ateia[1][2], onde era suprimida a possibilidadede eleger e de discordar, defendida pela União Soviética (URSS)[3] e outros países onde o comunismo fora imposto por ela.

Outra parte dos historiadores defende que esta foi uma disputa entre o capitalismo, representado pelos Estados Unidos e o socialismo totalitario, onde fora suprimida a propriedade privada, defendida pela União Soviética (URSS). Entretanto, esta caracterização só pode serconsiderada válida com uma série de restrições e apenas para o período do imediato pós-Segunda Guerra Mundial, até a década de 1950. Logo após, nos anos 1960, o bloco socialista se dividiu e durante as décadas de 1970 e 1980, a China comunista se aliou aos Estados Unidos na disputa contra a União Soviética. Além disso, muitas das disputas regionais envolveram Estados capitalistas, como os EstadosUnidos contra diversas potências locais mais nacionalistas.

É chamada "fria" porque não houve uma guerra direta ou seja bélica, "quente", entre as duas superpotências, dada a inviabilidade da vitória em uma batalha nuclear. A corrida armamentista pela construção de um grande arsenal de armas nucleares foi o objetivo central durante a primeira metade da Guerra Fria, estabilizando-se na década de1960 até à década de 1970 e sendo reativada nos anos 1980 com o projeto do presidente estadunidense Ronald Reagan chamado de "Guerra nas Estrelas".

Dada a impossibilidade da resolução do confronto no plano estratégico, pela via tradicional da guerra aberta e direta que envolveria um confronto nuclear; as duas superpotências passaram a disputar poder de influência política, econômica eideológica em todo o mundo. Este processo se caracterizou pelo envolvimento dos Estados Unidos e União Soviética em diversas guerras regionais, onde cada potência apoiava um dos lados em guerra. Estados Unidos e União Soviética não apenas financiavam lados opostos no confronto, disputando influência político-ideológica, mas também para mostrar o seu poder de fogo e reforçar as alianças regionais....
tracking img