Guerra do contestado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1074 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
- A Guerra do Contestado

Paranaguá, junho de 2011
Introdução

Este trabalho tem como objetivo mostrar o que foi a Guerra do Contestado, explicando primeiramente porque esta guerra recebeu este nome e o que é uma Guerra Santa.
Assim, a Guerra do Contestado  foi um conflito armado entre a população cabocla/sertaneja e os representantes do poder estadual e federal brasileiro travado entreoutubro de 1912 a agosto de 1916, numa região rica em erva-mate e madeira disputada pelos estados brasileiros do Paraná e de Santa Catarina. Inicialmente, deu-se devido à falta de regularização da posse das terras dos caboclos/sertanejos e da insatisfação da população com sua situação material, numa região em que a presença do poder público era limitada.

Sumário

1. Por que a guerra docontestado tem esse nome?
2. O que é uma Guerra Santa?
3. Guerra do Contestado
3.1. Conflitos da Guerra do Contestado
4. Considerações
5. Anexo

1. Por que a guerra do contestado tem esse nome?

Isso porque o conflito aconteceu numa região que, no inicio do séc.XX, era contestada, ou seja, reivindicada por dois estados brasileiros, Paraná e Santa Catarina. Hoje essa áreafica no oeste catarinense, na divisa com o território paranaense.
A disputa terminou no final de 1916, quando os governos dos dois estados assinaram um acordo de demarcação de limites.
A questão fronteiriça enfraqueceu a posição dos dois governos estaduais, o que dificultou a repressão aos rebeldes e permitiu que o movimento ganhasse importância.

2. O que é uma Guerra Santa?

É uma lutatravada contra infiéis (pessoas sem fé ou com crenças diferentes) com a finalidade de reconquistar lugares santos. Em Israel, por exemplo, judeus e palestinos lutam pela posse de lugares e cidades. Jerusalém é um dos territórios disputados, porque tem significado sagrado para ambos os povos.

3. A Guerra do Contestado

Violento conflito social que ocorreu entre 1912 e 1916 no oeste de SantaCatarina. Camponeses pobres enfrentaram forças federais e estaduais na defesa de suas terras e de suas crenças religiosas. Em 1912, o monge José Maria, pregador e curandeiro, atraiu muitos seguidores camponeses. Em 1915, os líderes da irmandade político-religiosa que se formou lançaram um manifesto monarquista e anunciaram a ‘’guerra santa’’ contra os coronéis, as companhias de venda de terras eas autoridades estaduais e federais. A luta prolongou-se até o final de 1916, envolvendo 20 mil rebelados. O conflito terminou com a intervenção do Exército, que deixou cerca de 3 mil mortos.

4.1. Conflitos da Guerra do Contestado

A área era povoada por camponeses/sertanejos, entre as fronteiras do Paraná e Santa Catarina. Eram pessoas muito pobres, oprimidas, que não possuíam terras etambém padeciam com a escassez de alimentos. Subsistiam sob a opressão dos grandes fazendeiros e de duas empreendedoras americanas que operavam ali – a Brazil Railway, responsável pela implantação da via ferroviária que uniu o Rio Grande a São Paulo, e uma madeireira.
A Brazil Railway obteve do governo, como forma de remuneração pelos serviços prestados, o equivalente a mil metros de terras, umaem cada margem da estrada de ferro, as quais tinham que ser obrigatoriamente povoadas por estrangeiros. Porém, o que a Brazil Railway mais queria era tirar proveito da riqueza da floresta nativa ali existente, que ostentava sua erva-mate, seus pinheiros e imbuias. As empresas empregaram os imigrantes nos trabalhos com a estrada de ferro e na exploração de madeira. Deram início então à retiradaforçada dos nativos, que ocupavam ilegalmente um pedaço de terra, na qual trabalhavam para que se tornasse fértil.
Essa atitude revoltou os sertanejos e foi o estopim para o conflito, que se destacou por sua característica sócio-política. A Guerra do Contestado colocou os nativos contra o governo, as multinacionais e as oligarquias. Os sertanejos encontraram o apoio que precisavam nos monges –...
tracking img