Griots no mali

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4314 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Acadêmicos: Suelen S. Valente e Luís Fernando Vercka.

Introdução

O extremo o este da África desenvolveu em seu território, não só os primeiros núcleos civilizacionais representativos da África negra, como também alguns dos maiores do seu tempo em todo o mundo. Nesse presente trabalho, busca-se tratar do notável Império do Mali, descobrindo-se através do mesmo como este impériodesenvolveu-se por meio de lutas entre civilizações regionais e disputas religiosas durante o final do século XII.

Busca-se, contudo, uma mostra de como a África negra teve em seu seio grandes núcleos civilizacionais e grandes impérios que puderam, em seu período áureo, se mostrarem maiores que muitos dos núcleos de civilizações consideradas grandiosas na história mundial. Essa história das grandescivilizações africanas, lamentavelmente, se restringiu durante grande período de tempo exclusivamente aos estudos sobre a civilização egípcia, negligenciando quase que completamente os impérios do período medieval africano.

O negro atualmente tem a visão imposta do período pós-colonial, mas, de quais negros estamos postamente falando? Sejam tanto os negros que atualmente vivem no Brasil, quantoos negros do próprio continente africano. A busca por uma identidade do negro teve esmagada sua pretensão diante da imposição ocidental sobre os mesmos, fazendo com que esqueçam que tem uma ancestralidade realmente original, dos impérios do Gana, Mali, e também do reino do Kamem-Bornu, entre tantos outros de cultura e civilização realmente de passado grandioso (Athayde, p 9).

Como reino, oMali se definiu como unidade política tendo seu domínio exercido sob diversas etnias e religiões do Sudão Ocidental, dentre as quais se destaca a adoção do Islã mais como arma de comércio do que como religião em si, por parte do primeiro mansa: SundjataKeita. O reino do Mali teve, então, como uma de suas principais características o fato de ter diferentes etnias em um único reino, sendo que todasviviam em paz sob a tutela rígida do governo e seus exércitos.

A historia do reino do Mali tem muitos pontos obscuros devido a falta de documentação, assim como os vestígios arqueológicos pouco tem revelado aos pesquisadores. Cabe então a busca as fontes orais da região, onde repousam sob a tutela dos griots, contadores de historias que repassam historias de seus antepassados aos mais novos, sãorealmente cantores e instrumentistas durante seus contos, o que atribui às histórias um caráter quase mítico nessa transmissão de conhecimento.

Cabe aqui também demonstrar que o conceito de analfabetismo é totalmente estranho a cultura africana que tem os griots como repositório de conhecimento. A escrita é externa ao homem, logo, quando a palavra toma a forma da escrita, a fala perde grandeparte do seu impacto, ou ao menos o impacto que deveria ter, como nos explica Waldman, o binômio força vital/palavra tem, na África negra, um sentido que adentra no sentido do mundo e o homem, e se vê refletido em instâncias mais abstratas e até mesmo nas práticas sociais (Waldman, 1998: 227).

Os griots adquirem tradicionalmente o status diferenciado no meio social, já que tem grandeconhecimento de genealogias e acontecimentos histórico-narrativos presentes na tradição local. A contribuição dos griots é de vital importância, pois através das gerações desses homens a memória foi fixada de modo tal que tomou caráter atemporal e quase mítico no seu enlace particular entre o meio e o homem, tornando a África um patrimônio universal no que se refere a sua totalidade geográfica e cultural.Assim sendo, a constituição de uma história do reino Mali, tem em como seu maior repositório a tradição oral mantida pelos griots, sendo estes parte de um gigantesco ramo de contadores de historia que muito tem contribuído para a busca de uma história que jogue mais luz a até então obscura, historicamente falando, África negra e seus contribuintes desconhecidos.



A tradição oral na...
tracking img