Gregos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
lo. Mas, quem sabe, alguns poderiam ouvi-lo e, contra a vontade dos demais, também decidissem sair da caverna rumo à realidade.
O que é a caverna? Omundo em que vivemos. Que são as sombras das estatuetas? As coisas materiais e sensoriais que percebemos. Quem é o prisioneiro
que se liberta e sai dacaverna? O filósofo. O que é a luz exterior do sol? A luz
da verdade. O que é o mundo exterior? O mundo das idéias verdadeiras ou da
verdadeirarealidade. Qual o instrumento que liberta o filósofo e com o qual ele
deseja libertar os outros prisioneiros? A dialética. O que é a visão do mundo realiluminado? A Filosofia. Por que os prisioneiros zombam, espancam e matam o
filósofo (Platão está se referindo à condenação de Sócrates à morte pelaassembléia ateniense)? Porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o
único verdadeiro (CHAUI, 1997, p. 40).––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
O mito leva-nos, pois, a imaginar prisioneiros acorrentados
num mundo subterrâneo, em que eles apenas podem observar os
reflexos de tudo aquilo que uma fogueira lançava na parede da
cavernae acreditar que as imagens projetadas na caverna são verdadeiras. Imaginemos a seguinte situação: um dos prisioneiros, o
mais curioso, liberta-se dascorrentes e começa a escalar as paredes. Ele está ofuscado pela luz que a verdadeira realidade produz
à medida que ele se aproxima dela. Por fim,alcança a verdadeira
realidade e, com ela, a felicidade por estar contemplando o mund
tracking img