Gregos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As origens da mitologia grega

Qual a origem de cada um dos deuses, ou se todos existiram sempre, qual a sua forma, é coisa que não se sabia, em há muito nem há pouco, pode dizer-se. Efectivamente, penso que Hesíodo e Homero são anteriores a mim uns quatrocentos anos, e não mais. Foram esses os que inventaram para os Gregos a teogonia e atribuíram aos deuses os seus nomes, que repartiram assuas honras e artes, e que descreveram a sua forma.
Heródoto, Histórias, Livro II, 53

Invocação a Apolo
Ó Apolo, cujo arco é de prata, escuta as minhas palavras, […] poderoso senhor, ó deus! Se, por amor de ti, cobri de grinaldas o teu templo, se, por ti, queimei sempre, sobre o altar, gordas coxas de touro e de cabra, atende a minha prece: que os teus raios façam pagar aos Gregos as minhaslágrimas!
Ilíada, I, 33-42

Ligações entre as colónias e a metrópole
A colonização torna fácil a fundação de uma nova Cidade, quando é feita, à maneira dos enxames, por colonos da mesma origem, filhos da mesma pátria. São amigos que partiram de casa dos amigos, devido à pressão criada pela exiguidade da sua terra ou por outros inconvenientes semelhantes. Algumas vezes também, parte dos habitantesde uma Cidade tem de emigrar para outro lugar, forçada por guerras civis. Nestes casos, os colonos têm a mesma origem, falam a mesma língua, estiveram anteriormente sujeitos às mesmas leis, o que permite uma espécie de entendimento, fortalecido pela participação nos sacrifícios e em todas as cerimónias religiosas. Assim, é difícil terem outras leis e uma forma de governo diferente da que existia nametrópole
Platão, Leis, IV, 708 b-c

Uma pequena Cidade-Estado da Grécia
A cerca de quatro quilómetros de Queroneia, fica a Cidade-Estado dos Panopeanos, se se pode chamar realmente Cidade-Estado a um povo que não tem nem administração, nem teatro, nem praça pública, nem fonte e que habita na borda de uma ravina em tugúrios meio escavados na rocha. […] Todavia, o seu território estádelimitado em relação ao dos vizinhos e enviam os seus representantes à assembleia das Cidades da região da Fócida.
Pausânias,Obras, I


As vantagens da democracia

Na Pérsia, sete nobres organizaram uma conspiração e mataram os tiranos que haviam tomado o poder.Dias depois, reuniram-se para discutir
como deveria ser organizado o Estado persa.

Otanes propôs que os assuntos políticos fossemconfiados a todos os Persas em geral, dizendo:
“A mim, parece-me que não devemos mais ter um só chefe, pois não é agradável nem bom. […] Como é que uma monarquia pode ser uma coisa perfeita, quando o monarca pode fazer o que quiser sem prestar contas? É que até o melhor dos homens, com todo esse poder, fica fora do seu juízo habitual. […] Torna-se insolente, por dispor de muitos bens e deixa-se levarpela inveja. Tendo estas duas características, o rei possui todas as más qualidades que pode haver. […] Inveja os melhores que estão à sua beira e agradam--lhe os piores, estando sempre pronto a dar ouvidos às calúnias. […]
Ora, o governo do povo, em primeiro lugar, tem o mais formoso dos nomes: isonomia. Em segundo lugar, nada do que o monarca faz acontece na isonomia: é pela tiragem à sorte quese alcançam as magistraturas; detém-se o poder, estando sujeito a prestar contas; todas as decisões são postas em comum. Por conseguinte, proponho que abandonemos a monarquia; é o povo que devemos exaltar, porque é em comum, na unidade de todos, que tudo deve estar.”
Heródoto, Histórias, III, 80


Condição dos metecos e dos escravos em Atenas, na época democrática
Quanto aos escravos e aosmetecos, em nenhum outro lado a sua insolência vai tão longe como em Atenas.Nessa cidade não se tem o direito de bater num escravo que não nos pertença e ele não se desviará à nossa passagem. A razão deste costume é esta: se houvesse uma lei que permitisse ao homem livre bater nos escravos, nos metecos e nos libertos, com frequência se confundiria um ateniense com um escravo e bater-se-lhe-ia. É...
tracking img