Gramatica livre de contexto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2146 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RELATÓRIO DE QUALIDADE DE SOFTWARE

Por que os Processos de Qualidade de Software Fracassam e Benefícios de um processo de qualidade de software

Sumário
1. Porque os Processos de Software Fracassam 3
1.1. Ausência de Gerência de Qualidade Independente 3
1.2. Ausência de Procedimentos de Testes Automatizados 3
1.3. Qualidade é Sempre Aplicada Tardiamente no Desenvolvimento 31.4. Ausência de Profissionais Capacitados em Qualidade de Software 3
1.5. Falta de um Modelo Corporativo de Qualidade 3
1.6. Foco em Testes Progressivos Aumentam Riscos 3
1.7. Deficiência no Planejamento dos Testes 4
1.8. Sob Pressão, os Testes São Sacrificados 4
1.9. Ausência de um Ambiente de Testes Isolado 4
1.10. Transferir o Planejamento ao Analista de Sistemas 4
1.11.Dificultar o Acesso do Analista de Teste ao Software 4
2. Benefícios de um Processo de qualidade de Software 4
2.1. Torna o Ciclo de Desenvolvimento Confiável 4
2.2. Garante Ações Corretivas no Ciclo de Desenvolvimento 5
2.3. Evita a Ingerência do Projeto de Software 5
2.4. Amplia as Chances de Sucesso do Projeto de Software 5
2.5. Amplia a Produtividade do Desenvolvimento 52.5.1. Fator Desorganização 5
2.5.2. Fator Retrabalho 5
2.6. Evitam a Propagação de Erros 6
2.7. Automação de Testes Reduz Custos do Projeto 6
3. Referencias 6

1. Porque os Processos de Software Fracassam

2.1. Ausência de Gerência de Qualidade Independente

Não adianta ter em investimento em estruturação de ambiente de teste, aquisição de ferramentas e contratação deprofissionais, se não houver uma área de qualidade de software. A falta de gerenciamento minimiza os benefícios que poderão ser conseguidos com um processo de qualidade de software.

2.2. Ausência de Procedimentos de Testes Automatizados

A dificuldade de se alcançar um processo totalmente automatizado é grande, porem deve se tentar ao máximo tendo em vista que os procedimentos manuais sãomodelos extenuantes e não confiáveis. Extenuante pelo fato de que às vezes, quando é inserida uma funcionalidade é necessário testar todas as outras deixando, ou melhor, fazendo com que se torne uma coisa cansativa e custosa. E não confiável por não ter como garantir que foram tomadas medidas de formas eficazes pelo profissional de teste

2.3. Qualidade é Sempre Aplicada Tardiamente noDesenvolvimento

As organizações, quando amadurecem seus processos de desenvolvimento, acreditam que os testes devem ocorrer somente na fase final do desenvolvimento de software, deixando de lado que os erros geralmente acontecem muito antes do desenvolvimento, na maioria das vezes no levantamento e na modelagem do software.
Pensamentos como esse reforçam a ideia necessidade de inserir profissionaisde teste nos projetos de forma a garantir a qualidade como uma única etapa dentro do processo de criação de um software.

2.4. Ausência de Profissionais Capacitados em Qualidade de Software

É muito comum que profissionais de desenvolvimento de software elaborarem os processos de qualidade de software. Essa falta de profissionais afeta a eficiência do processo de garantia de qualidadede software, comprometendo todo esforço de implantação desses processos na organização.
O profissional de desenvolvimento, mesmo que bastante experientes, não é capaz de simplesmente desenvolver o papel de “analista de teste”. Pois enquanto um deve planejar o outro deve avaliar a sua solidez.
Os profissionais ligados às atividades de qualidade de software devem possuir a metodologia totalmentedesenhada para maior atendimento do seu objetivo. Contudo, esses profissionais devem sempre buscar o máximo aperfeiçoamento dessa metodologia, documentação e procedimentos de qualidade. A única preocupação dos profissionais de desenvolvimento é se preocupar com um bom desenvolvimento, com a documentação do software para que as funcionalidades sejam entendidas por vários e não só por alguns,...
tracking img