Gpon

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3818 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
25/08/2011

WWW.PARKS.COM.BR

Treinamento GPON - Configuração

Certificações Profissionais Parks
WWW.PARKS.COM.BR

1

25/08/2011

Configuração Via Console
Configuração Via Porta Console  Conecte a porta de console do Fiberlink Série 10000 à interface serial RS-232 de seu computador. Parâmetros de conexão: baud rate de 115200bps, 8 bits de dados, 1 bit de parada, sem paridade, semcontrole de tráfego.

WWW.PARKS.COM.BR

Configuração Via Telnet
Configuração Via Porta MGT  Para configurar o equipamento via Telnet, é necessário configurar um computador para acessar o Fiberlink através do endereço IP da interface MGT.

WWW.PARKS.COM.BR

2

25/08/2011

Login e Senha Padrão

Login e Senha Padrão  Login do usuário: admin  Senha: parks

WWW.PARKS.COM.BRTipos de Usuários
Usuário Comum  Fornece as informações de estatísticas e de estado simplificadas do equipamento (representado por >). Usuário Privilegiado  Fornece todas as informações estatísticas e de estado do equipamento, além de permitir a gerência do sistema (representado por #).

Para alternar entre o modo comum e privilegiado, digite:
> enable [enter] # disable [enter]WWW.PARKS.COM.BR

3

25/08/2011

Comando “end”
Usado para retornar diretamente ao modo usuário privilegiado a partir de qualquer outro modo de configuração superior como:  Modo de configuração global (global configuration mode);  Modo de configuração de interfaces (interface configuration mode);  Modo de configuração de vlans (vlan configuration mode);  Modo de configuração de qos (qosconfiguration mode). Exemplo:
 # configure terminal  (config)# end (retorna para modo usuário privilegiado)

WWW.PARKS.COM.BR

Comando “interface”
Utilizado para entrar no modo de configuração de interfaces, os nomes da interface que podem ser:
 giga-ethernet0/x – Refere-se às interface giga-ethernet elétricas, onde x varia de 0 à 7.  giga-ethernet1/x - Refere-se às interfaces giga-ethernetópticas, onde x varia de 0 à 1.  gpon0/x - Refere-se às interfaces gpon, onde x varia de 0 à 3 (Fiberlink 10004S) ou 0 à 7 (Fiberlink 10008S).  10giga-ethernet0/0 - Refere-se à interface 10 giga-ethernet óptica (XFP).  10giga-ethernet1/0 - Refere-se à interface 10 giga-ethernet elétrica (CX4).  loopback0 – Diz respeito à interface de loopback, interna ao equipamento, utilizada para testes.  mgmt –Refere-se a interface de gerência. Acesso via conector RJ45 específico no painel.  mgmt1 – Refere-se a interface de gerência adicional. Conectada diretamente ao processador interno ao equipamento.

Exemplo:
 (config)# interface gpon0/0  (config-gpon0/0)# WWW.PARKS.COM.BR

4

25/08/2011

Comando “terminal”
Define o número de linhas da tela exibidas no terminal (quando se executa ocomando show) e qual o tempo de estouro (timeout) da seção de configuração via terminal.
 # terminal { length | timeout []}

length - Define o número de linhas que serão exibidas no terminal, numa faixa que varia de 0 a 512. Se for definido 0 (zero), as linhas serão exibidas sem interrupção. timeout - Define o tempo ocioso, em minutos e segundos, permitido antes da seção ser encerrada pelosistema; os parâmetros e podem variar de 0 a 99999. Se ambos os parâmetros forem zero, não ocorre o timeout da seção. Padrão: o valor de length é 23 e de timeout é 1 minuto.
WWW.PARKS.COM.BR

Comando “copy”
Armazena ou carrega uma configuração no equipamento.
 # copy

- configuração de origem que será armazenada ou carregada. Há 3 locais que podem ser usadas como parâmetro: a atual, quese encontra em execução (running-config), a armazenada em Flash (startup-config) e a armazenadas em um arquivo em um servidor ftp. - configuração de destino na qual será armazenada ou carregada a configuração de origem. Há 3 opções de parâmetros: o running-config, o startup-config e o caminho em um servidor ftp.  Running-config se refere à configuração em uso do equipamento.  O startup-config...
tracking img