Glossa'rio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5528 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



Estudos Lingüísticos e Literários

Autores:

➢ Tatiane de Sousa Soares
➢ Maria Betânia de Morais




Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Instituto deCiências Humanas
Estudos Lingüísticos e Literários
Curso de Letras – 2º semestre de 2007
Professoras: Maria de Lourdes Meireles Matencio/ Márcia Marques de Morais


Belo Horizonte, Novembro de 2007.



[pic]
Tatiane de Sousa Soares e Maria Betânia de Morais







Glossário



“Glossário apresentado à disciplina Estudos Lingüísticos e Literários, da Escolade Letras da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais”.











Instituto de Ciências Humanas
Estudos Lingüísticos e Literários
Curso de Letras – 2º semestre de 2007
Professor (a) Orientador: Maria de Lourdes Meireles Matencio



Belo Horizonte, Novembro de 2007.



O trabalho proposto para o período é a realização de um glossário referente a um determinadotema. Escolhemos trabalhar com “condições de produção de sentido”. O sentido de um “texto” geralmente é confundido com o significado do “texto”, apresentamos agora uma “definição” para os dois:
Sentido e significado têm sido tomados como termos diferenciados, mas relacionados. Sentido tem sido concebido como algo pertencente ao universo pessoal do indivíduo, mas compartilhadodentro do contexto de interação; enquanto significado tem sido compreendido como algo culturalmente compartilhado. (Koch, 2003)


Produção de sentido não deve ser vista com um ato de “leitura” do código da língua, o ato de produzir sentido não parte apenas da leitura do código, mas de tudo que nos leva a compreender atos, símbolos, sons, imagens, etc.
A produção de sentido compreendeparte o sujeito, interação sociocomunicativa por meio da linguagem. Ao atribuir sentido ao texto, o indivíduo o constitui e se constitui, transformando-o em algo novo e diferenciado.
O sentido não está embutido ou inscrito totalmente no texto verbal ou não verbal. Embora o texto carregue um sentido pretendido pelo seu produtor, ele é polissêmico e, como tal, oferece possibilidades de serreconstruído a partir do universo de sentidos do receptor, que lhe atribui coerência através de significados. Esse processo, por sua vez, amplia as chances de compreender e ser compreendido na interação e pela interação.
Desta forma o receptor tem liberdade para construir sentidos, mas ele também é limitado pelos significados trazidos pelo texto e pelas suas condições de uso. O texto é geradoa partir dos significados atribuídos pelo seu produtor quando em interação com seu mundo de significação, e é recontextualizado pelo receptor, que busca atribuir-lhe significado a partir da relação que mantém com o seu próprio mundo e com o produtor, o qual delimita, sem oprimir, as possibilidades de construção de novos significados.


Público alvo
O glossário destina-se aestudantes do curso de Letras e possíveis interessados, como por exemplo, estudantes de Psicologia, afinal produção de sentido e suas condições fazem parte destas duas áreas, que atuam direta e indiretamente com o tema proposto, e outros possíveis interessados.


Coerência
Dois autores que tratam claramente sobre coerência são Koch e Travaglia (2003 [1989]), eles afirmam que a coerência de umtexto está mais ligada a uma boa formação deste, no nível da interação, interlocução comunicativa, do que no nível gramatical. A coerência é vista pelos autores como um princípio de interpretabilidade, assim ela depende muito do próprio receptor, do seu conhecimento prévio e a situação de produção, “coerência, assim, estaria no processo que coloca texto e usuários em relação, numa situação dada”...
tracking img