Globalização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2329 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
“A INTERNACIONALIZAÇÃO
DA ECONOMIA,DO CONHECIMENTO E DA INFORMAÇÃO”

ÍNDICE
ÍNDICE

* Introdução ……………………………………………………………… 3
* O que é a Globalização?……………………………………………… 4
* As economias-mundo ………………………………………………… 5
* Fases da Globalização ………………………………………….……. 6
* Consequências políticas e económicas da Globalização: as empresas multinacionais e globais…………………………………….……….. 8
* O PNUD e o trabalho infantil ……………………………….…….…. 9
* Os objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e o Manifesto Pobreza Zero …………………………………………………………. 12
* Conclusão …………………………………………………….……… 14
* Bibliografia/ Web grafia ………………………………………..…… 15

Introdução
Introdução

No âmbito da disciplina de Área de Integração, realizamos este trabalho com vista a aprofundar os conhecimentos já adquiridossobre a Globalização e as suas fases, e ainda as economias-mundo.
Por outro lado, o trabalho passará também por referir as consequências políticas e económicas da Globalização.
O PNUD e o trabalho infantil são outros aspectos a ser abordados, pois têm influência, embora de forma indirecta.
Por fim, surgem os objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e o Manifesto Pobreza Zero que visam aalertar as pessoas para os países desfavorecidos e onde a economia é local e não global.

O que é a Globalização?
O que é a Globalização?

Globalização ou mundialização é o crescimento da interdependência de todos os povos e países da superfície terrestre e pode ser de origem económica, tecnológica e ideológica.
Iniciou no período mercantilista, quando as nações estreitaram os seus laçoscomercializando diferentes produtos, importando e exportando bens, serviços e a própria cultura.
No final dos anos 70, com o fim de barreiras comerciais, a diminuição ou eliminação de impostos sobre importações, o fortalecimento de organismos internacionais (Mercosul, Comunidade Europeia) e os incentivos do governo de cada país à instalação de empresas estrangeiras no seu território.
Aglobalização está portanto associada a uma aceleração do tempo e da tecnologia.
Em sentido ideológico, a globalização é o processo de integração económica decorrente do neoliberalismo.
Tem como características o predomínio dos interesses financeiros, a ausência de regulamentação mercantil, a privatização de empresas estatais.
Tem como efeitos o aumento dos fenómenos de exclusão social (pobreza edesemprego) e crises económicas sucessivas, levando à ruina milhares de aforradores e empreendedores.

As economias-mundo
As economias-mundo

Antes do início da primeira fase da globalização, as distâncias e obstáculos que separavam os continentes faziam com que a maioria dos povos e culturas soubessem da existência de outros povos e culturas através de lendas, ou de relatos imprecisos eimaginários de viajantes. Cada povo vivia isolado numa cultura auto-suficiente.
Até ao século V podemos considerar segundo o historiador Braudel, 6 economias-mundo:
* A EUROPEIA – compostas pelas cidades italianas (Génova, Veneza, Milão e Florença), as da Flandres (Lille, Bruges e Antuérpia) e da Liga da Hansa (sobretudo Lubeck e Hamburgo);
* A BIZANTINA – que actuava no mar Egeu e marNegro, pressionada pela expansão turca, estando a Rússia limitada pelos Mongóis a Leste do País;
* CHINA, PENÍNSULA COREANA, INDOCHINA E MALÁSIA – pelos portos de Cantão e Xangai;
* ÍNDIA – que pela sua posição geográfica, traficava especiarias, tecidos finos afamados e celebrados no Ocidente;
* ÁFRICA NEGRA – subdividida pelo deserto do Saara numa África árabe a Norte, à beira doMediterrâneo e vale do Rio Nilo, e a Sul, pelo deserto e floresta tropical.
* CIVILIZAÇÕES PRÉ-COLOMBIANAS – (Aztecas, Maias e Incas), organizadas com base no cultivo do milho e dos tecidos e sem interligações.
Durante milhares de anos, elas desconheceram-se, daí que a internacionalização do comércio e a aproximação cultural a que chamamos globalização seja...
tracking img