Giuliano de sangallo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1615 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Giuliano da Sangallo

Giamberti Giuliano da Sangallo (Florença, 1445 - Florença, 1516) foi um arquiteto, engenheiro e, escultor italiano. Entre os melhores seguidores de Brunelleschi e Alberti, na segunda metade do século XV, foi o arquiteto favorito de Lorenzo, o Magnífico, um pioneiro no estudo da antiguidade clássica.
Filho mais velho de Francisco Giamberti di Bartolo, um escultor demóveis, irmão de Antônio da Sangallo, o Velho, e tio de Antônio da Sangallo, o Jovem, todos arquitetos notáveis. Seu filho Francesco da Sangallo foi escultor. Giuliano, assim como seu irmão mais novo Antônio, foi educado em um ambiente de artistas e artesãos em Florença, na segunda metade do século XV.
Ele era um aluno de Francione, entalhador, marceneiro, mas também mestre carpinteiro naval eengenheiro de fortificações. Durante uma estadia do jovem em Roma entre 1465 e 1473, ele estudou e desenhou as antiguidades, como resultado, este estudo torna-se um elemento-chave de sua pesquisa arquitetônica.
Ele entrou em contato com os Médici através de Francione, que juntos reforçaram as paredes dos Colle di Val d'Elsa (1479) e San Gimignano.
Giuliano era o arquiteto preferido de Lorenzo de'Médici, para quem realizou muitas obras, como uma villa em Poggio a Caiano, e reforçou as fortificações de Florença, Castellana e outras cidades. Também ergueu um mosteiro agostinho fora da Porta de San Gallo, destruído em 1530. Foi deste edifício que recebeu o nome de Sangallo, adotado por outros de sua família.
Visitou Nápoles para trabalhar para o rei e voltou coberto de presentes em dinheiro, pratae esculturas antigas, as quais ofereceu para seu patrono Lorenzo. Depois da morte de Lorenzo Giuliano foi para Loreto e ergueu a cúpula da Basílica della Madonna. Depois disso foi convidado pelo papa Alexandre VII e seguiu para Roma, desenhando o teto da Basílica de Santa Maria Maior. Voltando para Florença realizou mais obras de fortificação ali e em Pisa. O papa Júlio II o empregou depoistambém como engenheiro militar, e durante algum tempo trabalhou nas obras da Basílica de São Pedro. Outras de suas obras foram a igreja de Santa Maria delle Carceri em Prato, a tumba de Francesco Sassetti na Igreja da Santa Trindade em Florença e o Palazzo della Rovere em Savona.

Villa Medicea di Poggio a Caiano

Fachada da Villa Medicea di Poggio a Caiano

É uma das mais famosas villas daFamília Médici. Encontra-se na comuna de Poggio a Caiano, província de Prato. Entre 1470 e 1474, Lourenço de Médici encarregou Giuliano da Sangallo de realizar uma Villa que se tornaria protótipo da residência senhorial de campo nos séculos seguintes. Lourenço, de fato, por intermédio do seu arquiteto preferido, foi um dos primeiros a conceber um espaço agreste no qual o território fosse ordenado emisturado segundo as exigências da harmonia; naquela época começava, de fato, a desaparecer a ideia da Villa-fortaleza, e esta nova atitude devia-se tanto a questões políticas, graças ao período de paz e estabilidade alcançado pela política de Lourenço, como filosóficas, segundo os humanistas que viam o homem como modificador da paisagem a seu favor, na qualidade de "demiurgo" platónico. Entre asinovações originais para a época, registraram-se a arcada no andar térreo (quase uma zona de fronteira entre a paisagem circundante e a Villa), o pórtico e o frontão classicista no piano nobile, e a falta dum pátio central. Gradualmente, a Villa foi enriquecida com obras entre arquitetura, pintura e escultura.
Situada no centro duma colina, numa posição estratégica que domina o vale do Ombrone e aestrada entre Florença e Pistoia é o primeiro exemplo de arquitetura renascentistas que funde as lições dos clássicos (em particular Vitrúvio) com elementos característicos da arquitetura senhorial rural toscana e outras características inovadoras. São evidentes as lições de Alberti, desde a escolha do lugar no qual a Villa surge, até à união da simetria com a harmonia das proporções. A...
tracking img