Ginkgo biloba

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2375 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ginkgo Biloba
Ficha informativa: Folium Ginkgo
1) Critérios de qualidade
a) Características macroscópicas: as folhas são verdes, cinzentas amareladas, castanhas ou negras, em forma de leque, cujos pecíolos têm um comprimento de 4cm a 9 cm; a face superior pode ter uma tonalidade mais escura em comparação à inferior. O limbo é bilobado com nervuras dicotómicas que parecem irradiar dabase (1,2,3), sendo igualmente salientes nas duas faces. A margem distal da folha é recortada, de modo irregular e de profundidade diferente, irregularmente lobada ou emarginada. As bases laterais são inteiras e em ponta, em direcção à base(4).
(5)
b) Características microscópicas:as folhas jovens têm abundantes tricomas que se vão confinando à base, junto ao pecíolo, com o passar do tempo. Os estomas são mais numerosos na epiderme inferior, envolvidos por 6 a 8 células anexas. A epiderme superior e inferior apresentam células irregulares e alongadas , sendo mais pequenas na epiderme inferior, na qual os estomas são mais numerosos; grandes maclas de oxalato de cálcio nomesófilo; fragmentos de tecido fibro-vascular proveniente do pecíolo e das nervuras;o mesófilo compreende vesículas excretórias, células secretórias e idioblastos. (1,3,4)
c) Constituição química: os constituintes principais estão listados na tabela 1.(6) Teor, no mínimo, de 0,5% de flavonóides calculados em heterosidos flavonoides; também contem 0,06-0,23% de ginkgolídeos e até 0,26% debilobalide.(1,7)

d) Testes de identificação: cromatografia em camada fina para analisar a presença de flavonóides, ginkgolídeos e bilobalide (8); cromatografia líquida de alta eficiência para análise dos flavonóides (9), ginkgolídeos e bilobalide (1); e cromatografia gás-líquido para ginkgolídeos e bilobalide (10).
e) Testes de qualidade: o teste para a presença de Salmonella spp.deve ser negativo; para preparações por decocção os valores apresentados devem ser os seguintes: bactérias aeróbias – no máximo 107/g; fungos- no máximo 105/g; E.coli- no máximo 102/g. Preparações para uso interno: bactérias aeróbias – no máximo 105/g ou mL; fungos- no máximo 104/g ou mL; E.coli- no máximo 0/g ou mL; enterobactérias e algumas Gram-negativas- no máximo 103/g ou mL. Relativamente apesticidas, o limite máximo de aldrina e dieldrina é de 0,05mg/kg (11). O teor em metais pesados, chumbo e cádmio, deve ser no máximo, 10 e 0,3mg/kg, respectivamente.
f) Propriedades organolépticas: as folhas de ginkgo apresentam um fraco odor característico (1,2,3).

2) Eficácia
g) Desordens e danos neurológicos: foram relatados efeitos da administração do extracto da folha deG.biloba ao nível da aprendizagem e memória, bem como um agente anti-envelhecimento . Winter (13) concluiu que o tratamento, em ratos, com 100mg/kg, por via oral, durante 4-8 semanas, permitia obter resultados aos níveis referidos anteriormente. Cohen-Salmon et al. (14), também, mostraram que EGb 761 (40mg/kg ip durante 1-3 semanas) potenciavam a aprendizagem em novos( 6 meses) e velhos (22 meses)ratinhos (mus musculus). A administração diária, por via oral, de 240 mg EGb 761 é efectiva a nível da demência primária, em estados pré-senil e senil, associada à doença de Alzheimer e demência vascular de acordo com o DSM-III-R(12). Kim et al. (15) demonstraram que os flavonóides estimulam a proliferação e aumentam a produção de colagénio e fibronectina extracelular, em fibroblastos humanos invitro, o que sugere uma acção de protecção conferida pelos flavonóides contra danos tecidulares. Logo, em relação à insuficiência cerebral, foram descritos vários mecanismos de acção possíveis como: o efeito na circulação do sangue ao nível da actividade vasoreguladora nos capilares, veias e artérias; efeitos reológicos ( pela diminuição da viscosidade associada à capacidade de antagonista dos...
tracking img