Getulio vargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6464 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FERREIRA, Marieta de Moraes. Getulio Vargas: uma memória em disputa. Rio de Janeiro: CPDOC, 2006. 16f.

Getúlio Vargas – uma memória em disputa
Marieta de Moraes Ferreira*

Em 2004 comemoraram-se no Brasil os 50 anos do suicídio do presidente Getúlio Vargas – evidentemente ‘comemorar’ não tem aqui o sentido de ‘celebrar’, e sim de ‘trazer de volta à lemb rança’. O interesse e a mobilizaçãoprovocados pela data se expressaram em uma grande variedade de eventos, como seminários, exposições, debates, construção de memoriais, artigos em revistas especializadas, cadernos especiais nos jornais, programas de televisão, rádio etc. Não era a primeira vez que isso acontecia. Na verdade, desde 1954 se pode constatar uma recorrência de eventos relacionados à memória de Vargas. Uma palavra sobreo personagem se faz necessária, antes que passemos a refletir sobre essa memória. Getúlio Vargas é um personagem ímpar na história do Brasil. Nascido na cidade de São Borja, no estado do Rio Grande do Sul, situado no extremo sul do país, foi deputado, ministro da Fazenda e presidente de seu estado antes de concorrer à presidência da República em 1930, como candidato de oposição. Derrotado naseleições, liderou o movimento revolucionário deflagrado em 3 de outubro daquele ano, que acabou vitorioso e o levou à chefia do governo provisório do país. Quatro anos depois, foi eleito indiretamente presidente constitucional. Em 1937, fechou o Congresso e implantou uma ditadura que foi chamada de Estado Novo. No período ditatorial – que coincidiu em parte com os regimes de Hitler, Mussolini, Franco eSalazar –, deu continuidade à estruturação de um Estado nacionalista e intervencionista. Tornou-se extremamente popular, foi chamado de “pai dos pobres”, mas em outubro de 1945, após 15 anos de governo, foi deposto. Ainda assim, meses depois foi eleito senador e, ao declarar seu apoio ao candidato do Partido Social Democrático (PSD), general Eurico Dutra, contribuiu para a vitória deste naeleição presidencial. Voltou ao poder em 1950, agora eleito presidente na legenda do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), e iniciou seu segundo governo em 1951, sob forte oposição da UDN (União Democrática Nacional).
*

Doutora em História, professora do Departamento de História da UFRJ, pesquisadora do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas(CPDOC/FGV).

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil – CPDOC / FGV – www.cpdoc.fgv.br

1

Diante do acirramento dos conflitos políticos e da possibilidade de ser mais uma vez deposto, pôs fim à própria vida no dia 24 de agosto de 1954. Deixou uma cartatestamento à nação que causou grand e comoção popular e, mesmo morto, foi o grande eleitor no ano seguinte deJuscelino Kubitschek, eleito presidente com o apoio da aliança PSD-PTB. O fato de que desde 1954 a lembrança de Vargas tenha sido cultivada reforça a tese de que a memória tem sido uma das preocupações culturais mais importantes das sociedades contemporâneas. Esse debruçar-se constante sobre o passado recente conduz à produção de uma cultura da memória que se materializa de várias maneiras, entreelas as comemorações. Eventos desse tipo, como vários estudos têm demonstrado 1 , não são porém inócuos: expressam estratégias de controle do passado para poder comandar o presente, e nesse sentido são marcos de mutações sociais. Nas práticas comemorativas de 2004 sem dúvida houve uma intenção de discutir o legado de Vargas. Afinal, a Era Vargas, com seu projeto nacionalista tendo o Estado como eixocentral, tornara-se uma matriz de referência nas discussões de uma agenda política e econômica para o país. Mas que elementos foram agora ressaltados? A primeira constatação é que em 2004 as atenções se concentraram no segundo governo (1951-1954). Foi uma época de crescimento econômico, de implantação de políticas industriais que estimularam a ampliação do mercado de trabalho, o que...
tracking img