Gestao financeira e orçamentária

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 122 (30272 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

PROFESSORA LUCIANA FERRAZ FACULDADE ASSIS GURGACZ
2009

CAPÍTULO 1 - FINANÇAS E O PAPEL DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO

A Administração Financeira é um componente essencial não só do currículo escolar ou de um programa de treinamento profissional, mas em seu trabalho diário, não importa a posição e também em sua vida pessoal. Administrar um negócio, seja ummodesto empreendimento ou uma grande sociedade anônima, envolve muitas funções diferentes. E é finanças que faz com que tudo aconteça; é o que dirige todos os outros departamentos de uma organização. Sem capital que atenda às necessidades da empresa, seja para financiar seu crescimento ou para atender às operações do dia-a-dia, não podemos desenvolver e testar novos produtos, criar campanhas demarketing etc. O papel do administrador financeiro é assegurar que esse capital esteja disponível nos montantes adequados, no momento certo e ao menor custo. Se isso não ocorrer, a empresa não sobreviverá. FINANÇAS é a arte e a ciência de administrar fundos. Ocupa-se do processo, instituições, mercados e instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos. OsADMINISTRADORES FINANCEIROS administram ativamente as finanças de todos os tipos de empresas, financeiras ou não financeiras, privadas ou públicas, grandes ou pequenas, com ou sem fins lucrativos. Eles desempenham uma variedade de tarefas, tais como orçamentos, previsões financeiras, administração do caixa, administração do crédito, análise de investimentos e captação de fundos. Para uma empresasobreviver e manter-se num mercado cada vez mais competitivo torna-se necessário que as decisões sejam apoiadas em informações precisas e atualizadas.

_______________________________________________
1.1 FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL a) Firma individual – empresas de propriedade de uma única pessoa que opera visando a seu próprio lucro. Corresponde a 75% das empresas. O proprietário temresponsabilidade ilimitada. b) Sociedades – dois ou mais proprietários dirigindo conjuntamente um empreendimento, com fins lucrativos. Representam cerca de 10% de todos os negócios. Forma-se a partir de um contrato social. c) Sociedade anônima – entidade empresarial intangível, criada por lei. Cerca de 15% das empresas são S/A, mas é a forma dominante de organização empresarial. Responde por 90% dasreceitas e 80% dos lucros líquidos.

_______________________________________________
1.2 A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA As pessoas de todas as áreas de responsabilidade da empresa – contabilidade, produção, marketing, recursos humanos, pesquisas e assim por diante – necessitam interagir com o pessoal de finanças para realizar seu trabalho. Todos têm de justificar necessidades deacréscimo de funcionários, negociar orçamentos operacionais, preocupar-se com a avaliação do desempenho financeiro e defender propostas que tenham méritos financeiros, para conseguir recursos da alta administração. Relação com a Economia – o administrador financeiro deve compreender o arcabouço econômico e estar atento às conseqüências dos vários níveis de atividade econômica e das mudanças na políticaeconômica. Deve ser capaz também de utilizar as teorias econômicas como diretrizes para realizar operações comerciais com eficiência. São exemplos a análise de oferta e procura, as estratégias de maximização do lucro e a teoria de preços.

Administração Financeira e Orçamentária I

Prof.ª Luciana Ferraz

Relação com a Contabilidade – Duas diferenças básicas: a ênfase no fluxo de caixa(reconhece as receitas e despesas apenas no momento que ocorrem entradas e saídas efetivas de caixa) e na tomada de decisão ( o contador volta sua atenção para a coleta e apresentação dos dados financeiros, o administrador utiliza esses dados, na forma como se apresentam ou após realizar alguns ajustes, e os toma como um importante insumo ao processo de tomada de decisão, avaliando riscos e retornos...