Gestao de pessoas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1038 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A ÉTICA NOS RECURSOS HUMANOS
O que seria a ética?
De acordo com o dicionário Houaiss, ética é a parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo especialmente a respeito da essência das normas, valores, prescrições e exortações presentes em qualquer realidade social. Conceitua-se também como ummeio, para esclarecer o certo ou o errado, o justo ou o injusto.
Nos últimos anos a ética tem conquistado cada vez mais espaço no universo corporativo. A ética empresarial deve ser valorizada, pois o produto de qualquer organização de Gestão de Pessoas é o próprio ser humano, com todas as suas individualidades. Segundo o autor Davi Ulrich os profissionais de RH para criar valor e obter resultados,precisam começar não pelo foco nas atividades ou no trabalho, mas pela definição das metas, as quais garantem os resultados de seu trabalho, ou seja, a definição das metas pré-supõe a definição de novos papéis para o RH no contexto organizacional, esses papéis seriam os de “Parceiro Estratégico, Especialista Administrativo, Defensor dos Funcionários e Agentes de Mudanças”. O autor ainda afirma queatravés dos processos desenvolvidos em cada um desses papéis o RH ajudaria a empresa alcançar seus objetivos.

O profissional envolvido em processos de recrutamento e seleção deve cumprir princípios éticos fundamentais, e por isso deverá efetuar o seu trabalho, assegurando o respeito pela dignidade dos candidatos, não descrimina-los com base em quaisquer convicções políticas e religiosas, poiso preconceito acaba ocorrendo de forma sutil, na maioria das vezes, na hora de decidir a contratação de um funcionário, deixando muitas vezes de enxergar seu potencial, para analisar sua cor, origem, idade, se sofre de algum tipo de deficiência, entre outras.
Há empresas, cujas áreas de recursos humanos, negam aos seus empregados, ou seja, ao seu principal capital, a condição de estarem motivados,  com  vistas a aperfeiçoar as suas potencialidades intrínsecas, estão dando verdadeiramente um tiro no pé. Vale dizer que a motivação extrínseca é um fator de inibição ao desenvolvimento de todo e qualquer  trabalhador talentoso. O prazer de trabalhar passa a ser secundário. Sua preocupação está mais voltada para a obtenção de uma boa avaliação.
Portanto, é preciso que haja um investimentomaior com relação ao aperfeiçoamento de seus profissionais, independentes de níveis e funções. Oferecer treinamentos gerais e específicos por área, visando á capacitação profissional. Procurar desenvolver interesse e criatividade através de reconhecimento e premiação de novas idéias, tornando-as pessoas mais produtivas, obtendo assim um resultado de qualidade e excelência.
O profissional da área derecursos humanos, precisa estar sintonizado com a interação entre os funcionários criando métodos de avaliação que ajude a conhecer as pessoas que são, obviamente diferentes, ou seja, que aprende de maneira e em velocidade diferentes.Um dos problemas ainda existentes no nosso meio empresarial é  falta de objetividade com os critérios de avaliação. A área de recursos humanos, que teoricamentedeveria ter o poder normativo sobre tal assunto, falha por omissão ou por desconhecimento. A começar dos processos seletivos, geralmente entregues as firmas terceirizadas, que, portanto, ignoram por completo, o que a Empresa de fato precisa e espera do funcionário a ser contratado. Vejam os famosos Currículos, que visa pura e tão somente gerar a primeira entrevista, mais que na prática soterram muitostalentos.
O desempenho de qualquer trabalhador é o resultado da combinação de várias coisas, entre elas, as demais pessoas com quem trabalha o seu cargo, a sua função e o seu chefe. Como atestam nossos responsáveis pelas áreas de recursos humanos, geralmente psicólogos, o treinamento inadequado e chefias ineficientes, conduzem a trabalhos mal feitos e a insatisfação com o próprio local de...
tracking img