Gestao da qualidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS




Camila Ayala
Charles Lionello Summchen
Guilherme Sardinha Boscaini
Luis Carlos Prestes Torres
Nathalia Endres Silva
Vinicius Kornalewski da Silva









CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PGQP

REFERÊNCIAS TEÓRICAS RELATIVAS AOS TEMAS DO CRITÉRIO LIDERANÇA











PORTO ALEGRE
2010
CamilaAyala
Charles Lionello Summchen
Guilherme Sardinha Boscaini
Luis Carlos Prestes Torres
Nathalia Endres Silva
Vinicius Kornalewski da Silva








CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PGQP

REFERÊNCIAS TEÓRICAS RELATIVAS AOS TEMAS DO CRITÉRIO LIDERANÇA
















PORTO ALEGRE
2010

REFERENCIAL TEÓRICO




No presente capítulo será apresentado um conjunto deidéias de diversos autores sobre liderança com foco em qualidade, respondendo à questões deste critério que são avaliados no PGQP.


1 ESTABELECIMENTO DE VALORES E PRINCÍPIOS


Como são estabelecidos os valores e os princípios organizacionais necessários à promoção da excelência e à criação de valor para todas as partes interessadas?

Segundo Robbins (1943):
“Os valores representamconvicções básicas de que ‘um modo específico de conduta ou de condição de existencia é individualmente ou socialmente preferível a modo contrário oposto de conduta ou de existência’. Eles contêm um elemento de julgamento, baseado naquilo que o indivíduo acredita ser correto, bom ou desejável.” (ROBBINS, 2005, p.55)
Segundo Chiavenato (1999)
“Valores e princípios são as crenças eatitudes básicas que ajudam a determinar o comportamento individual. Os valores variam entre as pessoas e podem assumir diferentes interpretações para avaliar seu comportamento é ou não etico em determinadas situações.” (CHIAVENATO, 1999, p. 179)



2 COMUNICAÇÃO DOS VALORES E PRINCÍPIOS ORGANIZACIONAIS





Como os valores e princípios organizacionais são comunicados à força detrabalho e quando pertinentes, às partes interessadas?
“Valores emergentes do grupo organizacional – existem os valores oficiais, propagados pelos executivos e gerentes e seu discurso oficial – em suas comunicações verbais ou escritas, em revistas, cartazes, regulamentos e publicações da organização. Existem, no entanto, os valores reais e as formas de comportamento realmente praticadas naorganização. Como os membros da organização (atores sociais) realmente se importam? Existem diferenças significativas entre o que se fala e o que se faz? Propaga-se oficialmente a participação, a autonomia como valores importantes da organização, mas, na prática, age-se de modo autoritário? Esses e outros elementos constituem a cultura organizacional ou empresarial, no caso de uma empresa.” (MOTTAE VASCONCELOS, 2006, p. 302)
Andrew Dubrin (2003) diz que:
“O gerente eficaz sabe quando delegar decisões a outros, como estabelecer prioridades no trato dos problemas e quando não deve tomar qualquer atitude. Quando um problema lhe é apresentado, o gerente deve seguir a recomendação de só prosseguir com a resolução do problema se cada uma das quatro perguntas a seguir tiver aresposta “sim”: O problema é importante? O problema tem solução? O problema veio pra ficar? É minha responsabilidade resolver este problema? Perguntar e responder estas questões acrescenta disciplina ao processo decisório gerencial. Também pode ajudar os gerentes a eviar uma tendência potencialmente danosa denominada escalada do comprometimento. É a tendência para aumentar os esforços e às vezesaplicar mais recursos seguindo um curso de ação que não está funcionando. Nesses casos, os gerentes deixam o ímpeto da situação derrotá-los. Ficam incapazes de decidir pela desistência mesmo quando a experiência julga que esta seria a coisa mais sensata a fazer.” (DUBRIN, 2003, p. 131)




3 QUESTÕES ÉTICAS

Como a organização trata as questões éticas nos relacionamentos internos e...
tracking img