Gestao ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AMEBÍASE

Delma Suely Rezende
Prof.: Karoline Tortoro

SUMÁRIO

AMEBÍASE

Delma Suely Rezende
Profª.Karoline Tortoro Barros Mestre

Sumário

1- Introdução: Amebíase é uma infecção do intestino grosso causada pela entamoeba histolystica, um parasita unicelular.
por meio desta pesquisa intenciona-se levantar os dados desta doença contribuindo para que possa haver algum tipo demelhoria de condições para quem sobreviva com essa doença.
2-Objetivo: Nesta pesquisa objetiva-se pesquisar a amebíase como uma doença que pode ser tratada e levantar informações para melhor conhecimento da sociedade.
3- Metodologia: Internet, Revistas, Artigo, Livros.
4- Conclusão: Com essa pesquisa considero que a amebíase tem como tratar e assegurar um diagnóstico correto, dando a populaçãoalém de trabalhos de sensibilização, medicamentos prescritos e administrados corretamente.

2- Amebíase

É uma infecção por parasito ou protozoário acomete o homem podendo ficar restrita ao intestino, tendo como principal sintoma a diarréia, ou não causando febre e sintomas diferentes dependendo do órgão “invadido”. mais frequentemente o órgão preferencial a ser comprometido é o fígado. O agentecausal é a entamoeba hystolítica. Este parasita infecta aproximadamente a 1% da população mundial, principalmente a população pobre de países em desenvolvimento. Recentemente identificou-se um parasita com a mesma forma da entamoeba hystolítica que não causa doença ( entamoeba díspar). Isto é importante porque o achado da ameba nas fezes de um individuo não necessariamente caracteriza amebíase. Aentamoeba díspar não é causadora de doença e a hystolítica pode estar presente no individuo e não causar doença. A diferenciação de uma para a outra é feita por exames de laboratório e raramente se mostra relevante.
Amebas são protozoários cuja locomoção se dá via expansões citoplasmáticas – pseudópodes. As pertencentes à família endamoebidae, como as dos gêneros entamoeba, iodamoeba eendolimax, são parasitas comuns de nossa espécie e têm como característica o tamanho diminuto e capacidade de formar cistos.
A entamoeba histolytica é a responsável pela amebíase, embora possa estar presente no organismo sem desenvolver a doença. Esta, de período de incubação que varia entre 2 e 4 semanas, se caracteriza pela manifestação de diarreias e, em casos mais graves, comprometimento de órgãos etecidos. É responsável por cerca de 100000 mortes ao ano, em todo o mundo.
A amebíase é mais comum em regiões onde as condições de saneamento básico são precárias, uma vez que a forma de contaminação se dá via ingestão de seus cistos. Estes, liberados nas fezes da pessoa adoecida, podem se espalhar na água e vegetais que, sem a devida higienização antes de ser ingeridos, podem causar a doença.Vale pontuar que a resistência dos cistos é muito grande: podem viver cerca de 30 dias na água, e 12 em fezes frescas.

Após a ingestão, no sistema digestório, estas formas dão origem a trofozoítos. Estes invadem o intestino grosso, se alimentando de detritos e bactérias ali presentes.

Transmissão
Através da ingestão de alimentos ou água contaminada com matéria fecal contaminada com oscistos da entamoeba. Pode-se adquirir de outras formas, mas são bem menos freqüentes e está restrita praticamente a pessoa com a imunidade comprometida.
A pessoa com amebíase pode espalhar a doença para o resto da família?

Sim, pode-se passar a amebíase para outras pessoas. Porém, esse risco é pequeno se a pessoa for tratada com antibióticos e praticar boa higiene. Isso inclui lavarcuidadosamente as mãos depois de usar banheiros ou seja vasos sanitários.

Como é a transmissão da amebíase

A pessoa pode contrair amebíase:
* Ao colocar qualquer coisa na boca que tocou em fezes de alguém infectado pela e. histolytica.
* Ao engolir algo, como água ou comida, que esteja contaminado com e. histolytica.
* Ao tocar a levar à boca cistos (ovos) de e. histolytica obtidos de superfícies...
tracking img