Gestalt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4560 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A ARTE DA GESTALT-TERAPIA NO TRABALHO EM PSICOLOGIA SOCIAL E COMUNITÁRIA1

Ângela Maria Hoepfner2

Resumo: Este artigo consiste em uma tentativa de articulação entre as teorias que norteiam a Psicologia Social e Comunitária, de acordo com os pressupostos epistemológicos encontrados dentro no materialismo histórico e da lógica dialética e a Gestalt Terapia com os pressupostos encontrados noexistencialismo dialógico, fenomenologia e awareness. Tem como objetivo configurar cada uma destas teorias, na arriscada tentativa de articular uma relação entre ambas. O que se propõe é um ensaio de forma sucinta, ciente de que o esforço de síntese dificilmente dará conta de honrar a riqueza de ambas.
Palavras-chave: Psicologia Social e Comunitária – materialismo histórico – Gestalt Terapia –existencialismo – fenomenologia.

Abstract: This article consists of an attempt of relating the theories that guide Social and Community Psychology, according to the epistemology premises found in the historic materialism and the dialectic logic and Gestalt therapy, with three premises found in the dialogic existentialism, phenomenology and awareness. It aims at shaping each of these theories, inthe risky attempt of establishing a relationship between both. What we propose is a brief essay, taking into account that the effort of a synthesis will probably not honor the richness found in both.

Key Words: Social and Community Psychology – historic materialism – Gestalt Therapy – existentialism – phenomenology.

Tenho como tarefa nesta Mesa Redonda tentar fazer uma articulação entreduas abordagens que norteiam minha prática profissional no momento: o trabalho como psicóloga social e comunitária e o trabalho como gestalt terapeuta com crianças, adolescentes e adultos individualmente e em grupo.
A partir do tema deste 1º “Gestaltencontro, A arte de fazer gestalt, sinto-me tentada a ousar, brincar um pouco com as palavras, como uma introdução para a minha fala. AGestalt-terapia é uma Filosofia, uma Teoria Psicológica e uma Forma de Ação. Sua dimensão artística situa-se na intersecção destes três aspectos. Ser gestalt terapeuta pressupõe estar aberto para o inusitado, seja o trágico, o dramático, o angustiante, o doloroso, o encantador ou o belo. É trabalhar com/no encontro, é se colocar como um elemento intermediador das relações, onde quer que sejamos chamados aexercer nossa atividade profissional. Para tanto, é necessário ter abertura e soltura; ter todos os sentidos aguçados tal e qual o artista que humildemente se coloca a serviço da obra que clama para ser, e se oferece como co-artesão, como um instrumento mediatizador, tendo como foco a tarefa de contribuir na restauração do sistema de contato do cliente na relação organismo-meio, aprendendo com este(seja uma pessoa, um grupo ou uma instituição), parafraseando Juliano (1999), a como “dar passagem, a compreender e a cooperar”.
A Gestalt Terapia, dada a riqueza de sua proposta, oferece muitas possibilidades de ser operacionalizada. Como psicóloga, minha atuação profissional tem sido entre o consultório e o trabalho em instituições, na prática da Psicologia Social e Comunitária. Minha formaçãocomo gestalt-terapeuta me deu bons recursos de como intervir nesta última.
Penso ser importante, neste momento, contextualizar minha trajetória profissional até o momento. Em 1987 decidi estudar Psicologia, na época já contava com uma experiência de 14 anos em educação, como professora em pré-escolas, alfabetização de crianças e adultos, ensino fundamental e médio. Estavam presentes em mimmuitos questionamentos sobre como se davam as relações em uma escola, pois já tinha vivenciado o cotidiano de pelo menos cinco delas, incluindo públicas e particulares. Observava que, apesar de meus colegas e eu termos muito boa vontade para que nosso trabalho desse certo, participando de cursos, grupos de estudos e de discussões, na prática não ficávamos satisfeitos. As relações de um modo...
tracking img