Gestalt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO ESPERANÇA DE ENSINO SUPERIOR
CURSO BACHARELADO EM PSICOLOGIA

AMANDA BARROS
ELIANY RIBEIRO
HENRIQUE SANTOS
LUANA MALCHER
RENATA CRISTINA

GESTALT – A PSICOLOGIA DA FORMA

SANTARÉM – PARÁ
MAIO/2012

AMANDA BARROS
ELIANY RIBEIRO
HENRIQUE SANTOS
LUANA MALCHER
RENATA CRISTINA

GESTALT – A PSICOLOGIA DA FORMA

Projeto apresentado ao Instituto
Esperança de EnsinoSuperior -
IESPES como requisito para a
obtenção de nota parcial na
disciplina de Filosofia e Ética
ministrada pela professora
Viviane Echer.

SANTARÉM – PARÁ
MAIO/2012

INTRODUÇÃO

A Gestalt é um termo alemão de difícil tradução. O que mais se aproxima de sua compreensão seria forma ou configuração. Surgiu em 1523 de uma tradução da Bíblia,significando "o que é colocado diante dos olhos, exposto aos olhares". Ela se destacou mais no ramo das artes onde pode colocar evidenciada todos os seus conceitos. A percepção ou como o individuo percebe determina o comportamento humano. A boa forma também conduz ao processo do equilíbrio da interpretação do que é visto pelo homem e a realidade concreta. O campo psicológico que é a intenção ótica de darsentido as formas do que é visto, como: a proximidade, a semelhança e o fechamento. O insight sendo a relação do todo pela parte. Por fim a influencia de Kurt Lewin em que “campo” é definido como a totalidade de coexistência de factos que são concebidos como mutuamente interdependentes.

GESTALT

A palavra Gestalt tem origem alemã e surgiu em 1523 de uma tradução da Bíblia, significando "o queé colocado diante dos olhos, exposto aos olhares". O termo é intraduzível para nossa língua, com um sentido aproximado de figura, forma, aparência.

Ela teve como antecessores o físico Ernst Mach (1838-1916) e o filósofo e psicólogo Christian von Ehrenfels (1859-1932). Eles desenvolveram uma psicofísica com estudos sobre a sensação de espaço-tempo e tempo-forma.
Seus posteriores contribuintesforam Max Wertheimer (1880-1941), Wolfgang Köhler (1887-1967) e Kurt Koffka (1886-1941). Segundo os gestaltistas o todo é maior do que a soma das partes que o constituem. Por exemplo: uma cadeira é mais do que quatro pernas, um assento e um encosto. Uma cadeira é tudo isso, mas é mais que isso: está presente na nossa mente como um símbolo de algo distinto de seus elementos particulares.

APERCEPÇÃO
A percepção é o ponto de partida e também um dos temas centrais dessa teoria. Os experimentos com a percepção levaram os teóricos da Geltalt ao questionamento de um princípio na teoria behaviorista : que há relação de causa e efeito entre o estímulo e a resposta. já para os gestaltistas, entre o estímulo que o meio fornece e a resposta do indivíduo, encontra-se o processo de percepção.O confronto Gestalt e Behaviorismo pode ser resumido na posição que cada uma das teorias assume diante do objeto da Psicologia. O comportamento, pois tanto a Gestalt quanto o Behaviorismo definem a Psicologia como a ciência que estuda que estuda o comportamento.
Os fenômenos deste tipo encontram sua explicação naquilo que os Psicólogos da Gestalt descrevem como a lei básica da percepção visual:"qualquer padrão de estímulo tende a ser visto de tal modo que a estrutura resultante é tão simples quanto as condições dadas permitem".

A BOA - FORMA

A partir do fenômeno da percepção a Gestalt procura explicar como chegamos a compreender aquilo que percebemos. Para isso os elementos percebidos devem apresentar: Equilíbrio, Simetria, Estabilidade, Simplicidade e Regularidade, ou não serápossível alcançar a boa forma.
Os elementos que objetivamos compreender devem ser apresentados, em seus aspectos básicos de tal maneira que a tendência a boa forma conduza ao entendimento. Essa formulação representa uma das conseqüências pedagógicas da psicologia da gestalt.
As ilusões óticas provocadas pelo efeito de campo são ótimos exemplos, pois não percebemos a realidade tal como ela é.
A...
tracking img