Gestão por competência como auxílio à avaliação de desempenho em instituições federais de ensino superior

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Gestão por competência como auxílio à avaliação de desempenho em Instituições Federais de Ensino Superior

Resumo

São grandes os desafios das Instituições Federais de Ensino Superior na gestão e avaliação de seus servidores, visando direcionar os esforços e conhecimentos destes a contribuírem para alcançar os objetivos institucionais. As dificuldades são as mais diversas possíveis,tais como: estruturas rígidas dos cargos, o que segundo França (2007), reduz a amplitude de ação dos indivíduos e grupos; inibição da criatividade e do espírito empreendedor; não encorajamento do desenvolvimento de habilidades e conhecimentos; as promoções se tornam excessivamente importantes, pois concedem aumento salarial sem levar em consideração a real capacitação do ocupante; falta de orientaçãopara resultados, faz-se apenas o que está prescrito; falta de orientação estratégica, etc. Face ao exposto, o presente artigo tem como objetivo apresentar uma alternativa para auxiliar na avaliação de desempenho de servidores de Instituições Federais de Ensino Superior, baseada nas diretrizes estratégicas das instituições, de maneira mais flexível, que visa não apenas o desenvolvimento daorganização, mas também o de cada indivíduo nela inserido. Essa alternativa se baseia na gestão por competência que é, inclusive, referenciada no Decreto Presidencial nº 5.707, de 23 de fevereiro de 2006, bem como em literaturas específicas e nas experiências dos autores, que já atuaram e atuam na área.

Palavras-chave: Gestão por Competência, Gestão de Pessoas em IFES, avaliação

Área Temática:Gestão do Conhecimento

1. Introdução
Grande parte das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil, senão a totalidade, carece de um efetivo sistema de gestão de avaliação que possibilite a melhoria no desempenho individual dos seus servidores e consequentemente o da organização como um todo, apesar das estruturas rígidas dos cargos, medo de retaliação entre os servidores ao seavaliarem (seja pela chefia ou pelos demais colegas) e interesses econômicos ou apenas para concessão de progressão.
É perceptível a preocupação das IFES em avaliar seu quadro funcional no intuito de promover o seu desenvolvimento. Contudo, boa parte dos sistemas de avaliação tem como ponto de partida as estruturas rígidas e limitadas dos cargos padronizados; o que pode levar o servidor a não terestímulo para desenvolver de forma ampla o seu potencial, visto que o seu cargo lhe exige menos do que seu potencial pode oferecer. Ou seja, ele já percorreu todos os caminhos para chegar ao topo de sua carreira e para os quais recebeu remuneração e por isso não há estímulo para a melhoria contínua.
Para evidenciar a falta de acompanhamento no intuito de desenvolver o potencial do servidor,cita-se o que acontece com grande parte dos docentes admitidos pelas IFES: no período de seleção, há inclusive uma banca de professores “com conhecimento em didática” para simplesmente avaliar a aula do candidato e atribuir uma nota quantitativa. Depois disso, o candidato aprovado vai para as salas de aula e dificilmente terá um desses membros ou qualquer outro com olhar crítico, assistindo à suaaula no intuito de avaliar para depois dar-lhe, não apenas uma nota quantitativa, mas ressaltar pontos positivos e aqueles que precisam melhorar. Seguidamente, montar junto ao professor um plano de ação para melhoria do quadro levantado, caso haja necessidade. Nesse plano, deve ficar claro o que será feito, como será feito, quando e de quem será a responsabilidade de fazer. Essa mesma linha deraciocínio também se aplica aos demais servidores, desde que se façam as devidas adequações. Com isso, acredita-se que haveria melhoria não só no desempenho das pessoas, mas também no das IFES.
Em se tratando especificamente dos cargos nas estruturas das IFES, o Governo Federal é quem os institui e também as suas atividades, de forma padronizada e genérica. Contudo, as IFES são compostas...
tracking img