Gestão do conhecimento como modelo empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2983 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES INTEGRADAS DE CRUZEIRO
Fernanda Nogueira 3867
Fernanda Biasuz 3838
Patrícia Cunha 3852

RESUMO DO TEXTO
Gestão do Conhecimento como modelo empresarial

Trabalho acadêmico apresentado à
disciplina Gestão de Processos de Negócio e Negociação Empresarial do Curso de Administração da FaculdadesIntegradas de Cruzeiro, como exigência para a aprovação na mesma.
Profº Cícero Amâncio.

Cruzeiro – SP
2011
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3
2. OS NOVOS MODELOS DE GESTÃO 3
2.1. Administração Japonesa 3
2.2. Administração Participativa 4
2.3. Administração Empreendedora 4
2.4. Administração Holística 5
2.5. Corporação Virtual 5
2.6. Características comuns dosNovos Modelos de Gestão 6
3. GESTÃO DO CONHECIMENTO 6
3.1. Conceitos Básicos de Gestão do Conhecimento 6
3.2. O processo de Gestão do Conhecimento 8
3.2.1 Gestão das Competências 8
3.2.2 Gestão do Capital Intelectual 8
3.2.3 Aprendizagem Organizacional 8
3.2.4 Inteligência Empresarial 9
3.2.5 Educação Corporativa 9

1. INTRODUÇÃO

As empresas tanto públicas quanto privadas doBrasil começaram a se preocupar com a competitividade de forma globalizada a partir do momento em que houve uma inserção, uma difusão da informação de outras empresas internacionais e também quando essas começaram a vir para o Brasil.
As idéias e práticas novas que muito se falava antigamente se referiam à qualidade total, à reengenharia, terceirização e todas essas novas idéias muitos asconsideravam modismos e que iam passar, como por exemplo, a ISO 9000 que também era considerada modismo e na verdade foi inserida nas empresas em um padrão dirigido pelo mercado mundial, ou seja, não foi modismo porque ainda existe a exigência de padrões de produção (Qualidade Total). Outra prática que muito se falou também que seria modismo, foi a terceirização e hoje ainda é usada nas empresas essaprática.
No caso da Reengenharia, era uma maneira de enxugar o quadro de funcionários, pois observaram que não era necessários vários funcionários para determinadas atividades.
Portanto, essas práticas começaram a serem inseridas nas empresas públicas e privadas, muito mais nas privadas, pois foi um jeito de evoluir os processos nas empresas.
Cada empresa tem suapeculiaridade, suas diferenças que vão de encontro com suas culturas e muitas vezes é colocada de acordo com interesses não só da organização, mas também dos interesses dos indivíduos que lá estão.
PEREIRA (1995) estudou todos os autores e desenvolveu um modelo de análise e colocou esse modelo em três níveis conceituais: Ondas de Transformação, Eras Empresariais e Modelos de Gestão que foi apenasuma introdução da análise que ele fez da evolução desse modelo. Ele quis dizer que as práticas administrativas até então sem o foco principal na gestão do conhecimento, seria mais adequada se voltada às pessoas, ao conhecimento, pois anteriormente o foco era na produção, maquinário, em estrutura física etc.
Em relação ao cenário ambiental, foi dividido em três períodos: Revolução Agrícola,Revolução Industrial e Revolução da Informação sendo que a industrial também teve suas subdivisões, dividida em três e a última Revolução Industrial foi o pós guerra, pós 2ª Guerra Mundial. Foi uma revolução muito grande porque o mundo precisava de produtos, período em que se fabricava sem nenhuma preocupação com a qualidade devido a urgência nas produções. Já na Era da Gestão Empresarial, a qualse divide em 4 períodos diferentes, vem a Era da Produção em Massa, Era da Eficiência, Era da Qualidade e Era da Competitividade.

2. OS NOVOS MODELOS DE GESTÃO

2.1. Administração Japonesa

A Administração Japonesa se baseia em três pilares segundo seu histórico, são eles: Pátria, visto que os japoneses valorizam muito o patriotismo;
Família, se reportando ao 1º pilar,...
tracking img