Gestão de pessoas

Páginas: 24 (5982 palavras) Publicado: 28 de setembro de 2011
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
ADMINISTRAÇÃO
CLAUDIA SILVA MIRANDA VILAS BOAS

Gestão de pessoas II
Metodologia da Pesquisa Científica
Comunicação e Linguágem
Filosofia
Sociologia

salvador-ba

2011

Claudia Silva Miranda Vilas BoasGestão de pessoas II
Metodologia da Pesquisa Científica
Comunicação e Linguágem
Filosofia
Sociologia

Trabalho apresentado ao Curso de Administração da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas [Gestão de Pessoas II; Metodologia da Pesquisa Científica; Comuinicação e Linguágem; Filosofia e Sociologia.].Orientador: Tutora Tatyane Falco de Castro

Salvador

2011

Sumário
Introdução

Análise do estudo de caso
1 – Saúde do trabalhador e suas transformações nos séculos XX e XXI
2– Higiene no trabalho
2.1 – Riscos Ambientais
2.2 – Medidas de Prevenção
2.3 – PPRA
2.4 – PCMSO
3 – Segurança noTrabalho
3.1 – Atos Inseguros
3.2 – Condições Inseguras
3.3 – Normas Regulamentadoras
3.4 – CIPA
3.5 – EPI
4.1 – Absenteísmo
4.2 – Doenças Ocupacionais
4.3 – Stress e Síndrome de Burnout
5 – Pressupostos da Sociologia do Trabalho
5.1 – Teses da Sociologia do Trabalho
5.2 - Relação da Sociologia do Trabalho com as das Teorias da Administração
6 – O papel das palavras de motivação
7 –Empresas que investiram em Qualidade de Vida
8 - Pesquisa de Campo
8.1 – Instruções
8.2 - Questionário
8.3 – Gráfico: Higiene e Saúde e Segurança no Trabalho
8.4 – Análises da Pesquisa de Campo
8.5 – Valores, Erros Apresentados e Solução de Problemas.
Considerações Finais
Referências Bibliográficas
Anexos

Introdução

O trabalho em questãofaz uma retrospectiva do conceito de Qualidade de Vida no Trabalho até os dias de hoje. Analisa a colaboração dada por alguns pesquisadores ao longo do século XX, nesse campo de estudo e identifica as suas dimensões. Também verifica as dificuldades encontradas para a implementação de programas de QVT.
Sendo assim, analisaremos neste trabalho a QVT como ferramenta de Gestão. A primeira partedeslinda a origem e a evolução da QVT. A segunda parte, trás uma pesquisa de campo para investigar as condições e Obstáculos para uma perfeita implantação de tais programas em uma determinada empresa. A terceira etapa consiste em apresentar os dados coletados na etapa anterior. Por último, a quarta etapa, ressalta a importância de transformação do ambiente de trabalho em um local aprazível.Desenvolvimento

1 – Saúde do trabalhador e suas transformações nos séculos XX e XXI

Com a REVOLUÇÃO INDUSTRIAL surge uma nova situação: o trabalho em ambientes fechados, às vezes confinados, a que se chamou de fábricas. O êxodo rural, as questões urbanas de saneamento e de miséria se juntaram a outro grande problema: as péssimas condições de trabalho (e ambiente)alterando o perfil de adoecimento dos trabalhadores que passaram a sofrer acidentes e desenvolver doenças nas áreas fabris, como por exemplo, o tifo europeu (na época chamada febre das fábricas). A maioria da mão de obra era composta de mulheres e crianças que sofriam a agressão de diversos agentes, oriundos do processo e/ou ambiente de trabalho. Em 1831, C. Turner Thackrar, médico inglês, em suaobra "Os efeitos das artes, ofícios e profissões e dos estados civis e hábitos de vida sobre a saúde e a longevidade", revelou as lamentáveis condições de vida e de trabalho na cidade de Leeds, Inglaterra. A preocupação com a força de trabalho, com as perdas econômicas suscitou a intervenção dos governos dentro das fábricas. E chegamos ao início do século XIX com a presença de médicos em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Recompensando Pessoas
  • Gestão de Pessoas
  • GESTÃO DE PESSOAS
  • Gestão de pessoas
  • Gestão de Pessoas
  • Gestao de pessoa
  • Gestao de pessoas
  • Gestao de pessoas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!