Gerontologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A situação que apresenta poderá ter algumas "soluções", na medida do possível e se ainda não explorou estas alternativas.

1. Falar com a assistente social do seu Centro deSaúde ou Unidade de Saúde Familiar para inscrever o seu filho na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) a fim de, se considerarem uma solução adequada, vir aintegrá-lo numa unidade de internamento para que possa beneficiar do apoio social e de cuidados de saúde devidos.

2. Falar com a assistente social dos Serviços de Apoio Local daSegurança Social (acção social) da sua área de residência a fim de saber quais são e poder requerer (todos) os apoios sociais que um agregado familiar com um dependente comdeficiência crónica tem direito, nomeadamente apoio para tratamentos (se existir alguma coisa neste sentido), seja para cuidados de saúde em equipamentos financiados pelo Estado ourecorrendo a serviços dos mesmos ou para apoios financeiros.

3. Falar com as assistentes sociais de instituições de apoio social da sua área de residência que prestam serviçossubsidiados pelo Estado de apoio domiciliário ou em equipamentos próprios (lares ou unidades de cuidados continuados ou paliativos).

Os apoios são sempre prestados mediantecandidatura, avaliação da situação concreta e das condições financeiras do agregado familiar. Coloque todas as suas dúvidas nos serviços que lhe indicamos. Procure sempre o apoiopor via do tipo de necessidades de cuidados de saúde que o seu filho possa precisar (cuidados respiratórios, de mobilidade, etc.) e não pelo seu estado vegetativo. Procure saberse pode ser feita uma avaliação especializada (médico, enfermeiro e assistente social) da situação. Apenas a Segurança Social lhe poderá dar informações sobre apoios financeiros.
tracking img