Gerenciamento de resíduos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE PATOS DE MINAS – UNIPAM
FACULDADE DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL – 6º PERIODO B
DISCIPLINA: GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS
PROFESSORA. ME. JULIANA BORGES DE M. CHEGURY

RESÍDUOS DOMÉSTICOS E URBANOS

GRUPO:
ALEX SEGALA
AMANDA FRANCIELLEN
ÉRIKA TEODORO
FERNANDA FERREIRA
GISELE MAGALHÃES

PATOS DE MINAS – OUTUBRO DE 2012
INTRODUÇÃO

Neste trabalhoserão tratados os resíduos sólidos urbanos, que vulgarmente designamos por lixo. Os resíduos sólidos urbanos compreendem “todos os restos domésticos e resíduos não perigosos, tais como os resíduos comerciais e institucionais, o lixo da rua e os entulhos de construção.” (UNCED,1992). Em especial será dada ênfase aos resíduos sólidos domésticos e urbanos.
Por definição resíduo é tudo aquilo queresta e fica remanescente. Pode ser tudo aquilo não aproveitado pelas atividades humanas, proveniente de indústrias, comércios ou residências. Já sabemos que a relação homem-natureza tem exigido reflexões profundas nos dias atuais. O caráter consumista e capitalista da sociedade moderna e a utilização de produtos descartáveis têm levado a um contínuo crescimento na extração de bens naturais e,consequentemente, à maior produção de resíduos.
Uma vez produzido, descartado e transformado, não será transformado novamente em recurso natural, e se este não for reciclável teremos a questão da disposição final: Onde vamos dispor este resíduo? Como será o tratamento antes da disposição final?
O volume de lixo produzido na cidade é a manifestação de uma problemática fundamental - a evolução daeconomia mundial do descarte. Produtos descartáveis, facilitados pelo apelo da conveniência e o custo artificialmente baixo, são responsáveis por grande parte do lixo que produzimos.
É fácil esquecer quantos produtos descartáveis existem até que comecemos, efetivamente, a lista-los. Substituímos os lenços, toalhas de mão e guardanapos de pano pelos de papel. As garrafas de vidro reutilizáveis, porlatas e garrafas plásticas. Talvez, como o último dos insultos, os próprios sacos de compras que são utilizados para transportar os produtos descartáveis, são eles próprios descartáveis, somando-se ao fluxo de lixo. A pergunta no caixa do supermercado: “Papel ou plástico?” - deveria ser substituída por: “Você trouxe sua sacola?”.

OBJETIVOS
Geral:
Mensurar a importância do conhecimento acerca deuma temática tão ampla e atual em nossa profissão. Observando por meio deste trabalho a geração maciça de resíduos produzidos por nós mesmos.
Especifico:
Agregar valores e conceitos à disciplina Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos informatizando-nos acerca dos Resíduos Sólidos Domésticos e Públicos.

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
Características gerais:
Como já sabemos os Resíduos Domésticos sãocaracterizados por tudo aquilo que é jogado fora em residências, escolas, lojas, etc. Compostos por restos de alimentos, embalagens de plástico, vidro, enfim. Já os Resíduos Públicos compreendem os resíduos de varrição das vias públicas, limpeza de praias, galerias, córregos, restos de podas de plantas, limpeza de feiras livres, etc.
Quanto à periculosidade que oferecem a NBR 10.004 (ABNT, 2004)classifica os resíduos como perigosos, inertes e não inertes. Embora a maioria dos resíduos domésticos e público, como sucatas de materiais ferrosos e não ferrosos, embalagens de plástico, etc. sejam classificados como não inertes, outros como o vidro são classificados como inertes. Para relembrar:
Não inertes: Podem ter propriedades como combustibilidade, biodegradabilidade ou solubilidade. Nãoapresentam perigo ao homem ou ao meio ambiente.
Inertes: Não contêm nenhum constituinte solubilizável em concentração superior ao padrão de potabilidade das águas
No que concerne à legislação são regidos pela lei 12.305 regulamentada por Decreto Presidencial em 23 de dezembro de 2010, a PNRS (Politica Nacional dos Resíduos Sólidos) que reúne princípios, objetivos, instrumentos, diretrizes, metas...
tracking img