Gerenciamento de processos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1781 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO À MOBILIDADE ACADÊMICA 2012

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. LÍNGUA PORTUGUESA

Tipos de textos Linguagem verbal e não-verbal Conteúdo do texto Relações semântico-discursivas entre idéias no texto e os recursos lingüísticos usados em função dessas relações Modalizações no texto e osrecursos lingüísticos usados em função dessas modalizações Níveis de linguagem Linguagem denotativa e linguagem conotativa Figuras de linguagem (comparação, metáfora, eufemismo, prosopopéia, onomatopéia, antítese, paradoxo, hipérbole, perífrase, silepse, hipérbato, metonímia, ironia, sinestesia, aliteração) Fenômenos semânticos: sinonímia, homonímia, antonímia, paronímia, hiponímia, hiperonímia,ambigüidade Ordem das palavras/orações no enunciado Estrutura do enunciado Discursos direto e indireto Escrita do texto

Conteúdo:

2. LITERATURA 1. TEXTO LITERÁRIO E NÃO-LITERÁRIO 1.1. Texto literário e não-literário. 1.2. Prosa e poema. 1.3. Abordagem tripartida dos gêneros literários: lírico, épico e dramático. 1.4. As categorias básicas da narrativa. 1.6. O conceito de estiloliterário. 2. TEXTO LITERÁRIO MEDIEVAL — AS EXPRESSÕES LÍRICAS E DRAMÁTICAS 2.1. A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo 3. TEXTO LITERÁRIO CLÁSSICO 3.1. Classicismo renascentista - Leitura do episódio “O Gigante Adamastor” (Canto V, estrofes 37-60) de Os Lusíadas, de Camões 4. TEXTO LITERÁRIO BARROCO 4.1. Barroco — Leitura de poemas de Gregório de Matos Guerra 5. TEXTOLITERÁRIO NEOCLÁSSICO, ÁRCADE E PRÉ-ROMÂNTICO 5.1. Arcadismo e Neoclassicismo - Leitura de poemas líricos de Bocage - Leitura de poemas líricos de Tomás Antônio Gonzaga 5.2. A presença do Pré-Romantismo nos versos de Bocage e de Tomás Antônio Gonzaga 5.3. Os elementos constitutivos do texto poético nos poemas dos escritores árcades 6. ROMANTISMO — O INDIVIDUALISMO, O NACIONALISMO E O SENTIMENTO DELIBERDADE 6.1. Romantismo - Leitura de poemas de Gonçalves Dias - Leitura de poemas de Álvares de Azevedo - Leitura de poemas de Castro Alves - Leitura do romance Cinco Minutos 7. REALISMO-NATURALISMO — O MATERIALISMO ESTÉTICO E A CONCRETUDE DA REALIDADE 7.1 Realismo, Naturalismo e Parnasianismo . Leitura de O Alienista, de Machado de Assis . Leitura do conto “O Voluntário”, de Inglês de Sousa . Leiturada narrativa José Matias, de Eça de Queirós . Leitura de poemas de Olavo Bilac . Leitura de poemas de Cesário Verde 8. SIMBOLISMO — A ESTÉTICA DA ESPIRITUALIDADE E A SUGESTÃO DO REAL 8.1 Simbolismo 8.1.1 Leitura de poemas de Cruz e Sousa 8.1.2 Leitura de poemas de Camilo Pessanha 9. MODERNISMO — O LIRISMO E A CRÍTICA POLÍTICO-SOCIAL DA REALIDADE 9.1. Modernismo 9.1.1 Leitura do conto “Embargo”(Objecto Quase), de José Saramago 9.1.2. Leitura de poemas de Álvaro de Campos 9.1.3. Leitura de Batuque, de Bruno de Meneses 9.1.4. Leitura dos contos “Famigerado” e “A terceira margem do rio”, de Guimarães Rosa 9.1.5. Leitura de poemas de Carlos Drummond de Andrade.

3. MATEMÁTICA Ementa: Números Reais. Funções elementares. Limite e Continuidade. Derivada. Regras de Derivação. Derivada dasfunções elementares. Técnicas de Primitivação. Aplicações da derivada. Objetivos: Estudo de funções de uma variável, limites, continuidade e derivadas, numa abordagem não formal. Pré-requisitos: Geometria Analítica

4. HISTÓRIA TEMAS: 1. O tempo histórico. 2. Teorias da História: Marxismo e Escola dos Annales 3. A Antiguidade Clássica: Grécia e Roma, as condições de trabalho, a organização política esocial. 4. Feudalismo: estruturas políticas e relações de poder na sociedade medieval na Europa Ocidental. 5. A Amazônia colonial: formas de organização do trabalho indígena. 6. As relações de trabalho no Brasil colonial: a escravidão negra e indígena 7. A vida e o trabalho no seringal da Amazônia brasileira: final do século XIX e as primeiras décadas do XX. 8. A revolução industrial inglesa:...
tracking img