Gerenciamento de cargas e produtos perigosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4912 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cargas e produtos perigosos

1. Introdução
Nos últimos anos, com o avanço da indústria química houve um aumento significativo na utilização de produtos perigosos em todo o mundo. Este fato associado a fatores tais como:
condições das vias, manutenção dos veículos, tipos de embalagens, capacitação do pessoal
envolvido, entre outros, tornam esta atividade potencialmentegeradora de acidentes ambientais.
Apesar de poder ocorrer em qualquer etapa do processo, da produção à utilização final, os acidentes com produtos perigosos concentram seu principal risco ambiental no transporte,
por expor a carga a situações que escapam ao controle, capaz de desencadear emergências a
qualquer hora do dia e em qualquer ponto do deslocamento entre o local de despacho dacarga e o seu destino final. Entretanto, as situações particulares de cada produto requerem, em caso de acidente, um alto grau de capacitação para o pronto atendimento dos procedimentos de segurança no momento do sinistro. Sendo assim, apesar de indispensável, o envolvimento dos órgãos governamentais de segurança não é suficiente para diminuir os efeitos da ocorrência de qualquer tipo de acidentecom produtos perigosos nas rodovias, tornando a empresa proprietária do material transportado e a transportadora as principais responsáveis pelas medidas corretivas e preventivas.
A utilização de tecnologias limpas gerenciais através do desenvolvimento de um sistema de gerenciamento de risco vem, neste contexto, auxiliar as empresas a prevenir a
ocorrência de acidentes bem comodiminuir as conseqüências dos mesmos caso eles venham a
acontecer. Diversas são as técnicas utilizadas para a gerência de riscos, entretanto é preciso
conhecê-las para poder definir qual ou quais poderão ser eficazes tendo em vista as particularidades de cada empresa.
Dentro da linha de pensamento apresentada, pretende-se com a realização deste estudo
propor a utilização do gerenciamentode riscos pelas empresas envolvidas com o transporte de
produtos perigosos. Ainda, dentro deste contexto, objetiva-se: identificar e caracterizar as
atividades de fiscalização no transporte rodoviário; caracterizar e analisar os procedimentos
adotados em acidentes rodoviários; e, identificar e caracterizar o gerenciamento de riscos.

2. Carga e Produto perigoso
Qualquermaterial sólido, líquido ou gasoso que seja tóxico, radioativo, corrosivo, quimicamente reativo, ou instável durante a estocagem prolongada em quantidade que representa uma ameaça à vida, à propriedade ou ao meio ambiente.
Considerando o fator risco como elemento que se apresenta durante um traslado, o Código de Trânsito Brasileiro, por meio do Decreto nº 96.044 de 18 de maio de 1988,estabelece o que é uma carga perigosa ou um produto perigoso, a saber:
- produto perigoso - substâncias ou artigos que apresentem risco para a saúde das pessoas, para a segurança pública e para o meio ambiente.
- carga perigosa - aquela que excede em determinado peso ou dimensão.
A ONU classifica os produtos perigosos com base nos tipos de riscos e para fins de embalagem.
2.1. Quantoao risco:
Classe 1: Explosivos;
Classe 2: Gases;
2.1. Gases Inflamáveis
2.2. Gases Não-Inflamáveis
2.3. Gases Tóxicos;
Classe 3: Líquidos Inflamáveis;
Classe 4: Sólidos Inflamáveis;
4.1. Substâncias sujeitas à combustão espontânea
4.2. Substâncias que em contato com água emitem gases inflamáveis
Classe 5, subdividem-se em:
5.1. Substâncias Oxidantes
5.2. Peróxidos Orgânicos
Classe 6,subdividem-se em:
6.1. Substâncias Tóxicas venenosas
6.2. Substâncias Infectantes
Classe 7: Materiais radioativos;
Classe 8: Corrosivos;
Classe 9: Substâncias Perigosas diversas
.2.2. Quanto à embalagem:
Grupo de Embalagem I – Risco Alto;
Grupo de Embalagem II – Risco Médio;
Grupo de Embalagem III – Risco baixo.

3. Riscos da atividade
Seguir normas de segurança...
tracking img