Geopolitica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As Fronteiras Nacionais e Internacionais

A geopolítica como determinada pelos teóricos esta intimamente ligada ao espaço territorial, e às estratégias de ação dos Estados. Neste contexto, a questão da expansão territorial passa exclusivamente pela gestão das fronteiras, com o objetivo de:

(1) proteção do espaço,
(2) regulamentação de ações comerciais,
(3) ações conservacionistas comrelação ao meio ambiente e,
(4) como uma correlação entre os acontecimentos políticos e o solo.

A geopolítica está vinculada ao poder e seu uso deste na utilização de seus territórios/espaço. É sabido que o espaço físico é um dos principais componentes para o desenvolvimento econômico, pois é o recurso principal no desenvolvimento do Estado, por isso, o “limite” do espaço de atuação dos Estadossempre despertou a cobiça e o interesse de “vizinhos” e demais colonizadores.
Creditada ao fim do Império Romano, as fronteiras foram consideradas uma das principais causas de sua queda dada sua enorme extensão, aliada a decadência econômica e a invasão dos bárbaros.

O termo “fronteira” cresceu e ganhou notoriedade com a consolidação dos Estados Europeus no Tratado de Westphalia, e sua definiçãofaz referencia a uma faixa; um limite de um território, uma porção de “espaço” com domínio especifica; e serve para regular a atuação econômica, política e de poder dos Estados, ou seja, soberania para exercer a autoridade da forma que considerar conveniente, sendo este espaço terrestre, marítimo e aéreo.

Conhecido também como os Tratados de Münster e Osnabrück (ambas as cidades atualmente naAlemanha), designa uma série de tratados que encerrou a Guerra dos Trinta Anos.

Guerra dos Trinta Anos: (1618 à 1648)

- Guerra das Nações Européias entre si desde 1618.
- Rivalidade entre Católicos e Protestantes

O Tratado Hispano-Holandês, que pôs fim à Guerra dos Oitenta Anos ( assinado no dia 30/01/1648 em Münster). Já o tratado de Osnabrück,(assinado em 24/01/1648) entre o ImperadorRomano-Germânico, os demais príncipes alemães, França e Suécia, pôs fim ao conflito entre estas duas últimas potências e o Sacro Império.

Guerra dos Oitenta anos Anos:(1568 à 1648)

- Também conhecida como a Revolta Holandesa é a guerra dos países baixos se tornando independente da Espanha)
- Paises Baixos também conhecida como a Europa Ocidental


|Bandeira |Província|
|[pic] |Brabante do Norte |
|[pic] |Drenthe |
|[pic] |Flevolândia |
|[pic] |Frísia |
|[pic] |Groninga |
|[pic] |Guéldria |
|[pic] |Holanda do Norte |
|[pic] |Holanda do Sul |
|[pic] |Limburgo|
|[pic] |Overissel |
|[pic] |Utrecht |
|[pic] |Zelândia |
| | | |


O Tratado dos Pirinéus (1659), que encerrou a guerra entre França e Espanha, também costuma ser considerado parte da Paz de Vestfália.

O Tratado de Paz de Westphalia deu início ao moderno Sistema Internacional,ao acatar consensualmente noções e princípios como o de soberania estatal e o de Estado nação. Embora o imperativo da paz tenha surgido em decorrência de uma longa série de conflitos generalizados, surgiu com eles a noção embrionária de que uma paz duradoura derivava de um equilíbrio de poder.

Por essa razão, a Paz de Westphalia costuma ser o marco inicial nos currículos dos estudos deRelações Internacionais.


A Evolução da definição de fronteiras com o passar dos anos

No século XIX: os limites entre os países não era uma proposta de grande vigia e/ou extrema importância, a menos que se tratasse da exploração de recursos naturais. Isso por que não existia uma grande expansão dos negócios internacionais realizados em grande escala a tal ponto que necessitasse de uma...
tracking img