Geometria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2092 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GEOMETRIA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES


2.2.1 O ensino de geometria, algumas considerações


Pesquisa realizada por Pavanelo (1989) mostra que o ensino de geometria tem sido excluído das escolas ou inserido de maneira muito formal, excluindo alunos de classes menos favorecidas. A autora afirma que:

“A geometria é praticamente excluída do currículo escolar ou passa a ser, em alguns casosrestritos, desenvolvida de uma forma muito mais formal a partir da introdução da Matemática Moderna, a qual se dá justamente quando se acirra a luta pela democratização das oportunidades educacionais, concomitante à necessidade de expansão da escolarização a uma parcela mais significativa da população. Somente esta constatação bastaria para suscitar questionamentos sobre a contribuição dageometria para a formação dos indivíduos; no entanto, outros fatos vieram reafirmar essa necessidade: verifica-se, por exemplo, a pouca capacidade de percepção espacial de grande número de alunos (e de pessoas, em geral), requerida no exercício ou compreensão de múltiplas e variadas atividades profissionais.” (PAVANELO, 1989)

A autora ressalta que a exclusão da geometria dos currículos escolares ou seutratamento inadequado pode provocar sérios prejuízos à formação dos indivíduos (PAVANELO, 1989). A contribuição especial que a geometria pode dar à formação do aluno não pode se resumir apenas ao desenvolvimento da percepção espacial. A geometria apresenta-se como um campo profícuo para o desenvolvimento da "capacidade de abstrair, generalizar, projetar, transcender o que é imediatamentesensível”, oferecendo condições para que níveis sucessivos de abstração possam ser alcançados (PAVANELO, 1989).
A autora ainda ressalta fases do desenvolvimento pelo qual os alunos desenvolvem algumas capacidades
Partindo de um nível inferior, quando o aluno reconhece as figuras geométricas, embora as percebendo como todos indivisíveis, passando, em nível posterior, a distinguir as propriedades dessasfiguras; estabelecendo, num terceiro momento, relações entre as figuras e suas propriedades, para organizar, no nível seguinte, seqüências parciais de afirmações, deduzindo cada afirmação de outra, até que, finalmente, possa atingir um nível de abstração tal que lhe permite desconsiderar a natureza concreta dos objetos e do significado concreto das relações existentes entre eles. Esboçando-se umtrajeto: partindo de um pensamento sobre objetos, leva a um pensamento sobre relações, as quais se tornam, progressivamente, mais e mais abstratas (PAVANELO, 1989).
Para Lorenzato (1995) muitas são as causas para o abandono da geometria, as principais são: má formação dos professores que por não conhecerem bem a geometria optam por não ensiná-la e os livros didáticos que, até algum tempo atrás,traziam os conteúdos de geometria isolados no final e, muitas vezes, o tempo se torna insuficiente para cumprir o programa. Além disso, muitos livros apresentam a geometria com uma abordagem euclidiana axiomatizada, um conjunto de definições, propriedades e fórmulas, não sendo significativa para os alunos do ensino fundamental.
Segundo Lorenzato (1995), a geometria está praticamente ausente namaioria das salas de aula e tal omissão se deve a vários fatores, sendo dois os principais. O primeiro é que muitos professores não detêm conhecimentos geométricos necessários para a sua prática pedagógica. Assim, “considerando que o professor que não conhece a Geometria também não conhece a beleza e a importância que ela possui para a formação do futuro cidadão.” (LORENZATO, 1995). O segundo fator é olugar de destaque que o livro didático ocupa, quer pela má formação dos professores, quer pela sua jornada, quase desumana, de trabalho.
Vale ressaltar que, apesar das limitações relativas ao seu ensino, a geometria é um conteúdo muito relacionado com o cotidiano dos alunos e essa característica pode ser explorado em sala de aula, visando um ensino mais significativo. Lorenzato (1995)...
tracking img