Geologia geral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1374 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O RITIMO E O PULSO DA TERRA

Sabemos que pelo registro geológicos e fossílifero o passado nunca foi igual ao presente. Mesmo com mais de seis mil anos de civilização, ainda não experimentamos todos os fenômenos geológicos mais comuns da Terra.
Pode-se pensar ainda nas inúmeras vezes em que o mundo foi palco de inundações, secas ou furacões tido como único nas memórias locais ou nosregistros históricos das regiões ocorridas. Embora pareçam muito raros, na história da Terra, ocorreram inúmeras vezes.
Segundo especialistas, o golfo do México é atingido pelo menos uma vez a cada um século por um furacão. O que parece pouco para nós, na historia da Terra em um milhão de anos, que é um período curto, seria atingido 10.000 vezes. Muitos relatos dos terríveis flagelosbíblicos encontram em fundamento cientifico na instabilidade tectônica do Oriente Médio.
A falha mais estuda da Terra é a transcorrente de San Andreas, na Califórnia (EUA) que se entende por mais de 1200 km e apresenta 560 km cumulativo desde que surgiu, há 15-20 milhões de anos.
Por outro lado ocorrem movimentos, que embora geologicamente brutos, passam despercebidos porque sua ação écontínua e relativamente pouco notada durante a vida de uma pessoa. São os movimentos verticais glacio-isostatico da crosta que ocorrem em varias regiões do hemisfério norte, conseqüentes do recente derretimento das coberturas espessas de gelo. Em curto prazo, as taxas de soerguimento mais rápido, oscilam, normalmente, entre 1 e 3 mm por ano, o que é quase imperceptível. Em longo prazo essas taxadevem cair para valores entre 0.4 e 0.6 mm por ano.
Então porque os fenômenos observados em curto prazo, quase sempre apresentam valores maiores que os apresentados em longo prazo? Isso decorre do fato da intensidade e da magnitude desses fenômenos não serem constantes ao longo do tempo geológico.

AS LINHAS-MESTRE DA HISTORIA DA TERRA

Para entender a Terra é importante não seperder nos fenômenos locais ou eventos particulares ocorridos em um período geológico qualquer. Essa história pode ser contada em termo de três linhas-mestre da evolução do nosso planeta:
-Tendências Seculares
-Processos Cíclicos
-Eventos Singulares
No primeiro estão incluídos processos que partindo de um determinado estado químico, físico e/oubiológico, progrediram unidirecionalmente, sempre se afastando do estado original. Esses atuam por longos períodos de tempos, ou seja, séculos, milhares, milhões e ate bilhões de anos.
Quanto aos processos cíclicos, vale lembrar que na geologia podemos ter três maneiras diferente de entender o termo ‘ciclo’. Aqui vamos entender como uma série de eventos que perfazem parte de um processo mais amploque se inicia e termina mais ou menos no mesmo estado, como por exemplo, o ciclo das rochas e da água. Aqui especificamente os fenômenos astronômicos e geológicos.
Eventos Singulares não representam apenas acontecimentos únicos ocorridos na história do planeta, mas eventos imprevisíveis que se destacaram por sua magnitude excepcional ou pelo efeito que tiveram no desenrolar da história doplaneta. O mais importante desses acontecimentos sem duvida foi o aparecimento da vida.

TENDENCIAS SECULARES NA HISTORIA GEOLOGICA

Diversas tendências seculares na natureza não são reflexos da segunda lei da termodinâmica, que afirma que entropia do Universo sempre tende a aumentar, ou seja, a matéria e a energia estão se degradando rumo a um estagio final de inércia uniforme e total. Atendência de aumento de complexidade registrada na história da Biosfera pode parecer uma exceção a essa lei, um paradoxo. Mas não é, porque em termos cósmicos, a biosfera é efêmera, mantida pela energia radiada pelo Sol, que sustenta toda vida através da fotossíntese. Porem quando o sol inexistir daqui a uns quatro ou cinco bilhões de anos, toda a complexidade biológica acumulada será desfeita e...
tracking img