Geologia estrutural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Geologia Estrutural

TIPOS DE FOLIAÇÃO
Professores:
Celso Dal Ré Carneiro DGAE/IG/UNICAMP Carlos Roberto de Souza Filho DGRN/IG/UNICAMP Mário Neto Cavalcanti de Araújo DGRN/IG/UNICAMP Ticiano José Saraiva dos Santos DGRN/IG/UNICAMP Wanilson Luiz Silva DGRN/IG/UNICAMP
Outubro de 2003

Foliações

FOLIAÇÕES
1. Introdução
Grande parte das estruturas em rochas é definida pela orientaçãopreferencial de minerais ou elementos da trama. Esta ultima inclui o arranjo espacial e geométrico de todos os constituintes da rocha, congregando feições texturais, estruturais e orientações cristalográficas preferenciais. Os elementos da trama são aquelas feições que se repetem sistematicamente na rocha. Uma falha isolada cortando um nível composicionalmente diferente da rocha não é considerada umelemento da trama, enquanto que planos de foliação paralelos regularmente distribuídos são. A palavra foliação pode ser usada como um termo genérico para descrever feições planares que se reproduzem de forma penetrativa no meio rochoso. Nesse sentido podemos então classificar como foliação um acamamento rítmico de uma rocha metamórfica, o bandamento composicional de rochas ígneas, ou outrasestruturas planares de rochas metamórficas. Juntas são normalmente excluídas dessa classificação por não serem suficientemente penetrativas.

Foliações podem ser definidas por variação espacial na granulometria dos minerais constituintes da rocha, pela orientação preferencial de minerais alongados, placosos ou agregados minerais, por descontinuidades planares como microfraturas, ou ainda pelacombinação desses elementos (Fig.1).
Fig.1 – Representação dos vários elementos da trama que definem uma foliação. a. bandamento composicional, b. orientação preferencial de minerais placosos (e.g. micas), c. orientação preferencial de limites de grãos deformados (e.g. quartzo e carbonato. d. variação no tamanhos dos grãos. e. orientação preferencial de minerais placosos imersos em uma matriz isenta deorientação preferencial. f. orientação preferencial de agregados minerais lenticulares. g. orientação preferencial de fraturas e microfalhas (e.g. quartzitos de baixo grau). h. combinação dos elementos das figuras a,b e c. Figura extraída de Passchier & Trouw (1996).

Foliações

2. CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DE FOLIAÇÕES
Ao observar uma foliação em uma rocha existem algumas perguntas que devemser feitas: Será uma estrutura pré-deformacional? (e.g. acamamento ou plano de fissilidade) É a única foliação da rocha? (e.g. não existem foliações prévias?) É uma estrutura mais nova? (e.g. existem foliações anteriores?)

Fig.2 - Dois tipos de foliação secundária. (A-B) mostram clivagens de crenulação S2 afetando uma foliação mais antiga S1. (C) Relação entre uma foliação interna (S1),presente no interior de porfiroblastos, e uma mais jovem S2.

Como distinguir uma foliação primária de uma tectônica? Foliações primárias são estruturas relacionadas aos processos formadores da rocha, o acamamento primário em uma rocha sedimentar e o magmático numa ígnea são bons exemplos. Uma outra foliação primária é a diagenética, formada por compactação. Foliações secundarias se formamposteriormente a gênese da rocha, depois da litificação das rochas sedimentares ou da solidificação de uma rocha ígnea, ou por segregação metamórfica. Estas resultam da deformação e metamorfismo, sendo as mais comuns a clivagem, xistosidade, bandamento diferenciado, foliação milítica, etc. Embora foliações também possam se desenvolver em algumas zonas catacláticas, o desenvolvimento de uma foliaçãosecundária é usualmente interpretado como sendo o produto da deformação dúctil. Foliações secundárias que se desenvolvem de modo heterogêneo são difíceis de distinguir das primárias. O reconhecimento de uma foliação primária é importante, pois elas ajudam na investigação a evolução estrutural (S0, S1, S2,

GEOLOGIA ESTRUTURAL/UNICAMP

Foliações

S3, Sn...) e reconstituição de estruturas regionais...
tracking img